O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ferguson inicta Rooney a abanar o Schalke

Alex Ferguson sente que Wayne Rooney pode ser decisivo para o Manchester United frente ao Schalke, cujo treinador Ralf Rangnick aguarda pelo "maior jogo" da sua carreira.

Alex Ferguson durante o treino do Manchester United em Gelsenkirchen
Alex Ferguson durante o treino do Manchester United em Gelsenkirchen ©Getty Images

O treinador Ralf Rangnick descreveu o encontro da meia-final com o Manchester United FC como o maior desafio de sempre, para si e para a maioria dos jogadores do FC Schalke 04. Do outro lado, Alex Ferguson destacou que a confiança dos ingleses é reforçada pela experiência da equipa a este nível, tanto mais que está numa boa forma física, mas reconheceu que existe sempre algum nervosismo por a final estar tão perto.

Ralf Rangnick, treinador do Schalke
Nada vai ficar decidido amanhã. Sabemos que o Manchester é uma equipa muito mais organizada que o Inter, por isso não vai ser tão fácil marcar golos. Também temos que tentar ser compactos. Um resultado equilibrado deixará tudo em aberto para a segunda mão em Manchester.

Sabemos que o United tem muitas opções no ataque, especialmente nos flancos. Vão jogar com, pelo menos, cinco jogadores ofensivos, seis se contarmos com o Patrice Evra. Temos de encontrar um bom equilíbrio entre a defesa e o ataque.

Quem sabe quantos dos meus jogadores terão oportunidade de participar num desafio como este nos próximos anos? O mesmo se aplica a mim. Se analisarmos a atenção que este jogo está a gerar no público e na imprensa, não tenho dúvidas que este é o desafio mais importante da minha carreira. Tenho a certeza que, nestes dois jogos, o Manchester tem mais a perder do que nós. Temos de estar concentrados e desfrutar este momento.

Alex Ferguson ganhou mais jogos e mais títulos a este nível, mas o United vai apresentar uma equipa muito experiente, tal como aconteceu com o Inter. A nossa é um pouco mais jovem, mas espero que compense a falta de experiência com uma maior ambição. O nosso empenho e disciplina foram fundamentais frente ao Inter e espero que voltem a ser importantes ante o Manchester United.

Alex Ferguson, treinador do United
O Wayne Rooney tem estado numa forma fantástica nos últimos dois meses, mas o mais importante é a frescura física que a equipa tem mostrado recentemente, devido ao regresso de jogadores como António Valência, Rio Ferdinand, Anderson e Ji-Sung Park.

Em termos de qualidades, no sábado, voltámos a provar que nunca baixamos os braços. Esta equipa nunca desiste, o que é uma grande qualidade.

Considero que este grupo tem experiência suficiente na Europa e que está onde merece. Sempre tive grandes expectativas nas competições europeias, porque queremos repetir os resultados de outros clubes nas provas da UEFA e queremos imitar as proezas do Real Madrid, AC Milan, Bayern de Munique, Ajax e Liverpool. Precisamos evoluir rapidamente para voltar a estar a esse nível.

Ficamos sempre apreensivos nesta fase da época. Já vivemos esta situação por várias vezes nos últimos anos. Em 2008, quando fomos jogar a casa do Barcelona na primeira mão, conseguimos o resultado que pretendíamos, mas os últimos dois minutos da segunda mão foram uma enorme agonia. As meias-finais são sempre complicadas.

[Sobre o embate entre o Schalke e o Inter] A primeira coisa é que ficou a ideia de que eles nunca iriam perder o jogo, o que é um grande elogio, tendo em conta a experiência do Inter de Milão. Sempre pensei que eles não iriam perder aquele desafio, pois tiveram quase sempre o jogo controlado. Nunca passaram por dificuldades, nem nos melhores momentos do Inter. Deixaram-me uma boa impressão.

Notícias das equipas
• Schalke

Benedikt Höwedes não está na melhor forma, pois perdeu grande parte  do treino de segunda-feira devido a um estiramento abdominal, embora Rangnick esteja esperançado na recuperação de Kyriakos Papadopoulos (gémeos) e Peer Kluge (estiramento abdominal). Mario Gavranović (tornozelo) ficou de fora dos últimos jogos, enquanto Klaas-Jan Huntelaar (joelho), Christoph Moritz (joelho) e Christian Pander (dedo do pé e gripe) estão há muito tempo afastados dos relvados.

• United
O United anunciou que Dimitar Berbatov não vai jogar na terça-feira, pois o avançado búlgaro não recuperou de uma lesão na virilha que o impediu de alinhar nas duas últimas jornadas da Premier League. Os médios Darren Fletcher e Owen Hargreaves, o português Bebé e o guarda-redes Anders Lindgaard também estão de impedidos de alinhar, obrigando à chamada do guardião Sam Johnstone, de 18 anos. John O'Shea viajou com a equipa para a Alemanha, apesar de ter sofrido uma pancada.

Resultados do fim-de-semana
Sábado: : Schalke 0-1 1. FC Kaiserslautern
(Lakić 42)

Depois de quatro vitórias e um empate, Rangnick sofreu a primeira derrota depois de regressar ao comando Schalke, O técnico não pôde contar com o lesionado Höwedes, enquanto Sergio Escudero, Junmin Hao, Vasilios Pliatsikas e Edu renderam Atsuto Uchida, Kyriakos Papadopoulos, Anthony Annan e Angelos Charisteas.

Sábado: United 1-0 Everton FC
(Hernández, 84)
O United fez cinco alterações na equipa, mas isso não impediu o clube de ficar mais perto de conquistar o 19º título. O capitão Nemanja Vidić e Chris Smalling não foram convocados, enquanto Michael Carrick, Patrice Evra e Giggs ficaram no banco. Em campo estiveram Rio Ferdinand, Jonny Evans – que disputou o primeiro jogo na Liga desde 19 de Março - Darron Gibson, Fabio e Antonio Valência.

Sabia que?
Raúl González, que está agora ao serviço do Schalke, marcou quatro golos ao Manchester United em três jogos na UEFA Champions League pelo Real Madrid CF. O espanhol alinhou pelo Real nos dois jogos dos quartos-de-final de 1999/2000 e ajudou a eliminar o United, marcando dois golos no triunfo por 3-2 em Manchester, na segunda mão, com os espanhóis a seguirem em frente com o mesmo resultado. Raúl voltou a bisar quando os "merengues" bateram o United, por 3-1, no Santiago Bernabéu, na primeira mão dos quartos-de-final de 2002/03.

Consulte a retrospectiva do jogo para mais informação.

Conteúdos relacionados