O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

United coloca Schalke à prova

Uma força irresistível encontra um objecto inamovível quando o Schalke, 100 por cento vitorioso em casa, defrontar um Manchester United ainda sem golos sofridos fora.

O Schalke festeja o apuramento inédito para as meias-finais
O Schalke festeja o apuramento inédito para as meias-finais ©Getty Images

Presente pela primeira vez nas meias-finais da UEFA Champions League, o FC Schalke 04 recebe o Manchester United FC em Gelsenkirchen na primeira mão de uma eliminatória que coloca em confronto uma força irresistível e um objecto inamovível.

• Por força irresistível entenda-se uma equipa do Schalke com um registo caseiro 100 por cento vitorioso a caminho das meias-finais, enquanto o objecto inamovível é o United, ainda sem sofrer qualquer golo nos jogos fora desta época, nos quais somou quatro vitórias e um empate.

• Se o United, três vezes campeão europeu, possui vasta experiência em meias-finais da UEFA Champions League, o Schalke possui no seu plantel Raúl González, jogador que ergueu o troféu por três vezes ao serviço do Real Madrid CF, duas delas tendo ganho ao United.

Retrospectiva
• Este é o primeiro jogo entre os dois clubes, mas o United deve corrigir a história recente frente a equipas oriundas da Alemanha na UEFA Champions League se quiser apurar-se para a sua quinta final e impedir a formação de Ralf Rangnick de marcar presença no jogo decisivo pela primeira vez.

• Apesar de ter perdido apenas um dos dez jogos na fase de grupos frente a adversários da Bundesliga, dos quais venceu cinco, em eliminatórias a duas mãos o United regista quatro derrotas e nenhuma vitória – mais recentemente frente ao FC Bayern München nos quartos-de-final da temporada passada.

• O United visitou o terreno do Bayern na primeira mão e inaugurou o marcador na etapa inicial, por intermédio de Wayne Rooney, mas o Bayern deu a volta ao resultado com dois golos nos últimos 15 minutos. A equipa de Alex Ferguson também desperdiçou uma vantagem no segundo jogo, ao permitir que o Bayern recuperasse de 3-0 para 3-2 e acabasse por seguir em frente graças aos golos marcados fora.

• Essas quatro eliminações foram as seguintes:
1996/97, meias-finais: Borussia Dortmund (resultado total: 0-2)
2000/01, quartos-de-final: FC Bayern München (resultado total: 1-3)
2001/02, meias-finais: Bayer 04 Leverkusen (resultado total: 3-3, seguiu em frente graças aos golos fora)
2009/10, quartos-de-final: FC Bayern München (resultado total: 4-4, seguiu em frente graças aos golos fora)

• O Schalke sofreu uma derrota total por 5-2 frente ao Manchester City FC, vizinho do United, nas meias-finais da Taça dos Vencedores das Taças em 1969/70, seguindo-se uma pesada derrota em Manchester depois do 1-0 verificado na primeira mão. Mais recentemente, o Schalke viu cair o registo caseiro invicto frente a equipas inglesas ao perder por 2-0 ante o City na fase de grupos da edição 2008/09 da Taça UEFA.

• O registo caseiro global do Schalke frente a equipas inglesas é de três vitórias, um empate e uma derrota. A esse desaire com o City seguiu-se um empate sem golos ante o Chelsea FC no jogo anterior em casa contra equipas da Premier League, na fase de grupos da UEFA Champions League em 2007/08.

• A formação de Gelsenkirchen somou cinco vitórias consecutivas em casa na edição 2010/11 da UEFA Champions League, marcando 13 golos e sofrendo apenas três. No entanto, o United conta com um registo impressionante fora de portas, tendo ganho dez dos últimos 12 jogos na competição, incluindo quatro em cinco esta época sem sofrer golos.

• O registo do United em solo alemão é de três vitórias, quatro empates e quatro derrotas. O triunfo mais recente aconteceu no terreno do VfL Wolfsburg, por 3-1, na fase de grupos da temporada transacta, partida na qual Michael Owen assinou um "hat-trick".

• Em eliminatórias a duas mãos frente a equipas germânicas, o United contabiliza duas vitórias e quatro derrotas. Exceptuando o confronto de 1969/70 com o City, o único encontro anterior do Schalke com equipas inglesas em eliminatórias a duas mãos foi frente ao Wolverhampton Wanderers FC, na Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1958/59 (2-2 fora, 2-1 em casa).

• Esta é a primeira vez que o Schalke participa nas meias-finais da UEFA Champions League, mas o clube esteve presente em três de outras competições europeias. Perdeu a já mencionada eliminatória frente ao City, futuro vencedor da prova em 1970, e por 1-0 ante o Sevilla FC na Taça UEFA em 2005/06, mas levou a melhor sobre o CD Tenerife com um resultado total de 2-1, a caminho de conquistar a Taça UEFA em 1996/97.

• O United disputa a sua 12ª meia-final da principal competição europeia de clubes e, até ao momento, apurou-se em quatro dessas ocasiões (três vitórias e três derrotas sob o comando de Ferguson):
2008/09 Arsenal FC: 1-0 (c), 3-1 (f)
2007/08 FC Barcelona: 0-0 (f), 1-0 (c)
2006/07 AC Milan: 3-2 (c), 0-3 (f)
2001/02 Bayer 04 Leverkusen: 2-2 (c), 1-1 (f)
1998/99 Juventus: 1-1 (c), 3-2 (f)
1996/97 Borussia Dortmund: 0-1 (f), 0-1 (c)
1968/69 AC Milan: 0-2 (f), 1-0 (c)
1967/68 Real Madrid CF: 1-0 (c), 3-3 (f)
1965/66 FK Partizan: 0-2 (f), 1-0 (c)
1957/58 AC Milan: 2-1 (c), 0-4 (f)
1956/57 Real Madrid CF: 1-3 (f), 2-2 (c)

• A primeira mão realiza-se 20 anos e dois dias depois do primeiro triunfo de Ferguson nas meias-finais de uma competição europeia ao serviço do United: na Taça das Taças, em 1990/91. Um empate caseiro 1-1 ante o Legia Warszawa, a 24 de Abril de 1991, garantiu uma vitória total por 4-2 e a qualificação para a final frente ao FC Barcelona, ganha pelos "red devils", por 2-1.

• Com a retirada de Gary Neville no início desta época, Ryan Giggs é agora o único sobrevivente da equipa do United que venceu o Bayern por 2-1 na final da UEFA Champions League de 1999, em Barcelona.

Ligações entre as equipas
• Raúl marcou quatro golos na UEFA Champions League em três jogos frente ao United com a camisola do Real Madrid. Alinhou nos dois jogos dos quartos-de-final da edição 1999/2000, eliminatória ganha pelos espanhóis, bisando no triunfo da segunda mão, em Manchester, por 3-2, o resultado total do confronto. Raúl fez mais dois tentos quando os "merengues" derrotaram o United por 3-1 no Santiago Bernabéu, na primeira mão dos quartos-de-final de 2002/03. Giggs e Paul Scholes foram adversários de Raúl nessas duas épocas, enquanto Wes Brown e Rio Ferdinand defrontaram o espanhol em 2003/03. Em ambas as edições, Raúl sagrou-se campeão da Europa.

• Dimitar Berbatov foi suplente não utilizado no Leverkusen por ocasião da derrota do emblema alemão, por 2-1, na final da UEFA Champions League de 2002, frente ao Real, jogo no qual Raúl apontou o primeiro golo. Durante a sua passagem pelo Leverkusen, de 2000 a 2006, Berbatov marcou seis golos em 11 jogos no campeonato contra o Schalke.

• Rooney foi expulso na Arena AufSchalke aos 62 minutos do confronto entre Inglaterra e Portugal, nos quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 2006. Ferdinand também integrou a selecção inglesa que perdeu no desempate por grandes penalidades, após o nulo no final do tempo regulamentar.

• A Inglaterra de Rooney perdeu por 4-1 frente à Alemanha de Manuel Neuer nos oitavos-de-final do Mundial de 2010. Antes, Neuer tinha alinhado na equipa que perdeu frente à Sérvia de Nemanja Vidić na fase de grupos, por 1-0. O Gana, de Hans Sarpei, bateu a Sérvia de Vidić por 1-0 no jogo inaugural do Grupo D do torneio da África do Sul.

• Atsuto Uchida fez parte da selecção do Japão que venceu a Coreia do Sul, onde alinhava Park Ji-Sung, nas meias-finais da Taça Asiática, realizada no Qatar em Janeiro. O desafio foi resolvido nas grandes penalidades, depois do empate 2-2 no final do tempo regulamentar.

• Park marcou um dos golos da Coreia do Sul na vitória por 2-0 sobre a Grécia de Angelos Charisteas, na fase de grupos do último Mundial. Em 2004/05, o sul-coreano foi companheiro de equipa de Jefferson Farfán no PSV Eindhoven, ao serviço do qual a dupla perdeu frente ao AC Milan nas meias-finais da UEFA Champions League.

• Klaas-Jan Huntelaar disputou as duas mãos do confronto entre Milan e United, ganho pelos "rossoneri" com um resultado total de 7-2 nos oitavos-de-final da edição 2009/10 da UEFA Champions League.

• Farfán e Berbatov marcaram os golos no empate 1-1 entre PSV e Tottenham Hotspur FC, no total das duas mãos, nos oitavos-de-final da Taça UEFA de 2007/08. Ambos converteram os respectivos penalties no desempate ganho pelo PSV por 6-5.

• O LOSC Lille Métropole, equipa de Nicolas Plestan, perdeu por 1-0 em casa e fora frente ao United nos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2006/07.