Leonardo lamenta falta de sorte do Inter

Leonardo realçou a pouca sorte do Inter após falhar várias oportunidades de golo frente ao Bayern e acabar penalizado pelo de Mario Gomez nos instantes finais.

O Bayern comemora o golo vitorioso de Mario Gomez já nos instantes finais
O Bayern comemora o golo vitorioso de Mario Gomez já nos instantes finais ©Getty Images

O treinador do FC Internazionale Milano, Leonardo destacou a falta de sorte da sua equipa depois de ter falhado diversas oportunidades para marcar e terminar fortemente penalizado pelo golo de Mario Gomez, nos instantes finais, que deu a vitória ao FC Bayern München. "Merecemos ganhar", afirmou Louis van Gaal, mesmo admitindo ter ficado encantado com a exibição do guarda-redes Thomas Kraft e, verdade seja dita, os quartos-de-final da UEFA Champions League estão longe de estar assegurados.

Leonardo, treinador do Inter
O golo caiu do céu quando todos estavam à espera de um nulo, apesar das incontáveis oportunidades junto às duas balizas. A derrota é injusta: jogámos contra uma equipa difícil, que trocou a bola com precisão e atacou por ambos os flancos, mas cobrimos muito bem os espaços. Gomez marcou o golo da vitória mas não tinha feito nada até então.

Ambas as equipas jogaram de forma aberta e infelizmente não tivemos capacidade para inaugurar o marcador, apesar de termos criado cinco ou seis oportunidades claras. De qualquer forma, não estou preocupado porque creio que podemos vencer na Alemanha. Vai ser um jogo difícil, com toda a certeza, mas seria sempre complicado, mesmo que tivéssemos empatado 0-0 em Milão.

Os jogadores estão longe de merecerem qualquer repreensão. Jogámos ao nível do Bayern e o guarda-redes deles fez várias grandes defesas. Não precisávamos de outro ponta-de-lança neste jogo, apenas alguma sorte.

Louis van Gaal, treinador do Bayern
Devemos ter tido mais de dez oportunidades para marcar, apesar do Inter ter tido oito à sua conta. Foi um jogo absorvente e, no final, merecemos a vitória. Esperava que pudéssemos decidir o jogo mais cedo porque o Inter começou a ficar cansado, mas desperdiçámos as nossas ocasiões. Foi um grande passo rumo aos quartos-de-final, mas o Inter é uma equipa muito boa, como vimos nesta partida.

Este encontro poderia ter terminado de forma diferente, mas considerando que jogávamos fora de casa, conquistámos um triunfo merecido. Ao intervalo disse à minha equipa para ganhar maior controlo do jogo. Na primeira parte jogámos como a equipa da casa, mas depois do reinício do encontro melhorámos e esperava que o nosso golo surgisse mais cedo.

Sempre estive convicto do Thomas Kraft. Mostrou as suas qualidades, os seus grandes reflexos junto à linha de baliza. Permaneceu sempre muito calmo durante o jogo e isso foi importante para nós. O Luiz Gustavo jogou muito bem defensivamente, mas tem potencial para melhorar no que diz respeito a acelerar o jogo quando temos a bola em nossa posse.