O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use o Chrome, o Firefox ou o Microsoft Edge.

Nani resolve para o United

Manchester United FC 1-0 Bursaspor
O extremo português assinou um golo simplesmente espectacular e isolou os "red devils" no topo do Grupo C.

Nani (à esquerda) celebra o golo com Federico Macheda
Nani (à esquerda) celebra o golo com Federico Macheda ©Getty Images

Um golo de Nani foi suficiente para garantir uma vitória magra, mas confortável, do Manchester United FC sobre o Bursaspor, que permitiu aos "red devils" passarem a ter dois pontos de vantagem sobre o Rangers FC no topo do Grupo C da UEFA Champions League.

O extremo português decidiu o duelo logo aos sete minutos, batendo o guarda-redes Dimitar Ivankov com um remate fantástico a mais de 25 metros. O Manchester nunca teve o triunfo em causa perante um adversário que fez o seu primeiro remate enquadrado à baliza apenas aos 90 minutos e que ainda procura o primeiro golo e o primeiro ponto na UEFA Champions League.

O treinador do United, Alex Ferguson, tinha pedido aos jogadores para passarem a "controlar o grupo" com uma vitória sobre o campeão turco. E a resposta foi positiva, com a equipa inglesa a alcançar a segunda vitória consecutiva por 1-0 e a oferecer a prenda desejada a Ferguson, que cumpriu o jogo dois mil à frente dos "red devils". Um motivo para sorrir numa semana marcada pelas notícias de que Wayne Rooney quer deixar Old Trafford.

Federico Macheda, titular pela primeira vez em jogos oficiais esta época, obrigou Dimitar Ivankov à primeira defesa da noite, após assistência de Anderson, mas o Bursaspor não entendeu o aviso. E foi tempo de Nani brilhar. O extremo recebeu o passe de Darren Fletcher, passou com grande classe por Ömer Erdoğan, flectiu para o meio e, de pé esquerdo, atirou sem quaisquer hipóteses de defesa para o guarda-redes forasteiro.

O Bursaspor não conseguiu reagir e só não se viu a perder por 2-0 porque Nemanja Vidić atirou ao lado após um canto. Mas os cerca de 600 ruidosos adeptos turcos que marcaram presença na bancada Sul de Old Trafford ainda tiveram oportunidade de suspirar pelo empate quando Michael Carrick falhou um atraso e Vidić perdeu a bola para Ozan Ìpek. O avançado isolou-se, mas Rafael mostrou velocidade para recuperar o terreno perdido e assinou um corte espectacular para evitar o remate adversário.

O treinador do Bursaspor, Ertuğrul Sağlam, fez duas alterações ao intervalo, lançando Turgay Bahadir e Sercan Yıldırım para o ataque nos lugares de Milan Stepanov e İbrahim Öztürk. No entanto, o Manchester manteve o controlo do jogo, embora não conseguisse criar grandes lances de perigo, bem exemplificado em duas jogadas de Anderson, que fez dois passes com muita força quando tentava isolar Park Ji-Sung.

À medida que o final se aproximava, Gabriel Obertan tentou mexer com o jogo, cobrando um pontapé de canto directamente contra o poste, enquanto o também suplente Javier Hernández esteve ainda mais perto de fazer o segundo, rematando ao lado quando tinha apenas Ivankov pela frente. Mas a vitória estava assegurada e os ingleses viajam até à Turquia, no dia 2 de Novembro, como líderes do grupo.