O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Jesus confiante numa boa época

O Benfica iniciou a participação no Grupo B com uma vitória frente ao Hapoel e o treinador Jorge Jesus acredita que a equipa vai superar o mau arranque no campeonato e realizar uma boa campanha europeia.

Jesus confiante numa boa época
Jesus confiante numa boa época ©UEFA.com

O Benfica teve um mau arranque na Liga portuguesa, mas iniciou a participação na UEFA Champions League com uma boa vitória, frente aos seus adeptos. O treinador Jorge Jesus acredita que este foi o primeiro passo de um longa e frutuosa participação na prova.

Na primeira jornada, os campeões portugueses bateram os seus homólogos israelitas do Hapoel Tel-Aviv FC, por 2-0, sendo que na próxima quarta-feira vão jogar no reduto do FC Schalke 04, antes de disputarem os dois jogos ante o Olympique Lyonnais. Jesus acredita que a sua equipa poderá ser um dos protagonistas da competição.

"O Benfica tem grandes ambições na UEFA Champions League", explicou ao UEFA.com. "O nosso objectivo é ultrapassar a fase de grupos e ganhar identidade na Europa, como já tivemos no passado. O Benfica não participava há alguns anos na UEFA Champions League e agora temos de aproveitar esta oportunidade".

O Benfica alcançou os quartos-de-final da UEFA Europa League na época passada, mas não disputava a fase de grupos da UEFA Champions League desde 2007/08, pelo que a equipa tem falta de experiência ao mais alto nível, como reconhece o treinador. "As equipas na UEFA Champions League são mais fortes do que da UEFA Europa League", salientou Jesus.

"No ano passado tivemos uma boa participação e poderíamos ter ido mais longe, mas tínhamos outros objectivos importantes: sermos campeões nacionais. Na UEFA Champions League vamos defrontar as melhores equipas do Mundo. Os desafios são mais equilibrados, mas, como consideramos que estamos ao nível dos melhores, queremos fazer história na edição deste ano".

O Benfica conquistou uma vaga na fase de grupos da UEFA Champions League depois de vencer a Liga portuguesa em grande estilo, com apenas duas derrotas. Jesus recorda a última época com enorme orgulho, explicando: "Foi uma emoção enorme, porque o Benfica não era campeão há cinco anos e nas 19 épocas anteriores só tinha conquistado o título de 1994".

"Este título criou uma onda de identidade e de paixão entre os nossos adeptos. É um factor muito importante, pois voltaram a vibrar e a adorar a equipa. O Benfica é mais do que um clube em Portugal, é quase uma religião".

Jesus é treinador há mais de 20 anos, por isso sabe lidar bem com a enorme expectativa e pressão a que está sujeito. "O Benfica habituou os adeptos a conquistar títulos e ficam satisfeitos quando ganhamos na UEFA Champions League. Querem que a equipa vá o mais longe possível, o que significa chegar aos quartos-de-final, meias-finais e final. Os treinadores do Benfica têm sempre esta pressão, que resulta do passado do clube, mas sabemos que podemos ir longe na prova".

Esta época, o Benfica sofreu algumas alterações, pois perdeu Ángel Di María e Ramires, decisivos na conquista do título da época passada. O treinador acredita que a renovação da equipa vai ficar concluída rapidamente, apesar de ter perdido três dos quatro primeiros jogos do campeonato. "Di María e Ramires são excelentes jogadores, por isso é que foram contratados pelo Real Madrid CF e pelo Chelsea FC, e não é fácil encontrar outros com as mesmas características", reconheceu.

"A equipa ainda acusa um pouco estas saídas, porque os jogadores que foram contratados esta época ainda se estão a adaptar, pelo que não somos tão fortes como no ano passado. Acredito que vamos fazer uma equipa forte e capaz de jogar como na época passada, praticando um futebol de grande carácter e qualidade. Considero que nas competições europeias da época passada houve duas grandes equipas, o Barcelona e o Benfica. "

Conteúdos relacionados