O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

"Encarnados" entram com o pé direito

Benfica 2-0 Hapoel Tel-Aviv FC
Golos do capitão Luisão e de Óscar Cardozo proporcionaram aos "encarnados" uma entrada prometedora na fase de grupos.

Luisão comemora o primeiro golo do Benfica no Estádio da Luz
Luisão comemora o primeiro golo do Benfica no Estádio da Luz ©Getty Images

O Benfica levou de vencida o Hapoel Tel-Aviv FC na primeira jornada do Grupo B da UEFA Champions League. Luisão e Óscar Cardozo marcaram os golos "encarnados" no Estádio da Luz, perante uma formação israelita que nunca baixou os braços.

Após um começo em falso na Liga portuguesa, com três derrotas nos primeiros quatro jogos, o treinador dos "encarnados", Jorge Jesus, optou por efectuar apenas uma alteração relativamente à equipa que perdeu no terreno do V. Guimarães (2-1), na passada sexta-feira. Assim, Ruben Amorim iniciou a partida como lateral-direito, com Maxi Pereira a sentar-se no banco de suplentes.

Os campeões portugueses tentaram desde cedo tomar as rédeas do jogo mas pela frente encontraram uma equipa aguerrida, pressionante no meio-campo, a dar pouco espaço aos homens da Luz.  Ainda assim, aos 13 minutos, Óscar Cardozo dispôs da primeira oportunidade para abrir o activo. Pablo Aimar assistiu na perfeição o paraguaio, que, isolado, permitiu a defesa do guarda-redes Vincent Enyeama.

Aos 18 minutos foi a vez do Hapoel criar um lance de muito perigo, após cruzamento do lado direito. O cruzamento saiu tenso e Ben Sahar falhou a emenda por muito pouco. Aos 21 minutos o Benfica acabou por chegar ao golo na sequência de um pontapé de canto. A bola sobrou para Carlos Martins que, do lado direito, efectuou um cruzamento bem medido. Luisão, bem posicionado no coração da área, atirou a contar, com um excelente remate de pé direito.

Aos 23 minutos, nova oportunidade para os forasteiros após cruzamento de Gil Vermouth. Roberto defendeu, o esférico embateu em Javi García e encaminhava-se para o fundo das redes, mas o guarda-redes espanhol evitou males maiores para a sua equipa, com uma defesa providencial. Três minutos depois, Aimar poderia ter dilatado a vantagem do Benfica, após passe de Carlos Martins, mas Enyeama foi mais rápido e desviou para canto.

À passagem da meia-hora Gaitán enjeitou nova ocasião para os campeões portugueses, após disparo de pé esquerdo, na sequência de um alívio incompleto da defesa contrária. Contudo o esférico saiu um pouco por cima.

Aos 35 minutos, Roberto evitou o golo dos israelitas após remate de Dani Bondarv, depois de ter saído em falso a um cruzamento. O guardião espanhol recuperou a posição na baliza e voou para evitar o tento do empate. Três minutos volvidos foi a vez de Enyeama efectuar uma defesa excelente, após remate violento de Carlos Martins.

No segundo tempo, o Hapoel surgiu apostado em chegar ao empate, algo que poderia ter acontecido aos 54 minutos. Vermouth rematou em jeito, com a bola a passar ligeiramente ao lado do alvo. No minuto seguinte, Cardozo teve uma perdida incrível, após lance individual de Aimar. O atacante tinha tudo para fazer o 2-0 mas, em boa posição, atirou por cima.

Aos 68 minutos, o conjunto da casa chegou mesmo ao 2-0, após incursão do recém-entrado Maxi Pereira pelo lado direito. O uruguaio rematou com intenção, Enyeama defendeu para a frente e Cardozo empurrou para o fundo das redes, estabelecendo o resultado final, apesar de Toto Tamuz ter acertado no poste da baliza "encarnada" a quatro minutos dos 90.

O Benfica volta a entrar em acção no próximo dia 29 de Setembro, quando visitar o terreno dos alemães do FC Schalke 04, ao passo que o Hapoel recebe os franceses do Olympique Lyonnais no mesmo dia.