Busquets quer puxar dos galões

O Barcelona necessita de recuperar de uma desvantagem de dois golos frente ao Inter e Sergio Busquets está confiante. "É preciso sermos apenas nós próprios", avisa o médio espanhol.

Sergio Busquets confia na recuperação do Barça frente ao Inter
Sergio Busquets confia na recuperação do Barça frente ao Inter ©Getty Images

O FC Barcelona apontou 19 golos nos 11 jogos da presente edição da UEFA Champions League, mais 83 tentos na Liga espanhola, e dispôs de 68 por cento de posse de bola mesmo na derrota frente ao FC Internazionale Milano, na primeira mão da meia-final realizada na semana passada. Por isso, é sem qualquer surpresa que Sergio Busquets exorta o detentor do troféu a praticar o seu futebol habitual na quarta-feira para dar a volta à derrota de 3-1 da primeira mão e apurar-se para a final.

"Temos de ter a bola em nosso poder, controlar o jogo e criar oportunidades", disse o médio. "É preciso aproveitar o máximo que pudermos e sermos apenas nós próprios. Este será um jogo especial e teremos de dar a volta à eliminatória porque a final está a apenas a um passo. Não podemos ir loucos à procura de ocasiões de golos e tentar rematar de qualquer lado. As oportunidades aparecerão como de costume; [mas] o Inter é muito perigoso no contra-ataque, com [Samuel] Eto'o e [Goran] Pandev nas alas, pelo que teremos de estar atentos a isso".

Os "nerazzurri" desafiaram, na semana passada, todos os que sugeriam que o treinador José Mourinho via a defesa como a melhor forma de atacar. Eto'o, Pandev e Diego Milito (cujo irmão Gabriel poderá substituir o suspenso e capitão Carles Puyol na defesa dos pupilos de Josep Guardiola) formaram uma frente de ataque de três elementos, que ainda contou com o apoio de Wesley Sneijder.

Busquets revelou-se um dos elementos que não resistiu ao assalto do Inter à área do Barcelona na segunda parte, após o campeão da Serie A ter estado em desvantagem, mas considera que os catalães terão enorme vantagem em Camp Nou: "Temos os melhores adeptos do Mundo. É um jogo importante e este é o momento da verdade. Temos de conseguir um resultado positivo e esperamos bastante dos nossos adeptos. Há bastante optimismo e somos sempre muito ambiciosos, mas pressinto um ambiente especial. São 90 minutos e creio que, com a ajuda dos adeptos, podemos consegui-lo".

O Barcelona pretende tornar-se na primeira equipa desde o AC Milan, há duas décadas, a defender com sucesso a conquista da Taça dos Clubes Campeões Europeus. No entanto, a final de 22 de Maio, no Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid, Espanha, tem de passar para segundo plano. "Pensei neste jogo como se de uma final se tratasse. Não podemos pensar de outra forma e todos sonhamos sobre como correrão as coisas e sobre o que podemos fazer. Espero que esta história tenha um final feliz", comentou Busquets na conferência de imprensa que antecedeu o encontro.