Van der Sar quer fazer história

Após ter conquistado a UEFA Champions League ao serviço de Ajax e United, com 13 anos de diferença, Edwin van der Sar deseja agora fazer parte da primeira equipa a revalidar o título de campeã europeia.

Edwin van der Sar, guarda-redes do Manchester United, procura conquistar o título pela segunda vez consecutiva
Edwin van der Sar, guarda-redes do Manchester United, procura conquistar o título pela segunda vez consecutiva ©Getty Images

Enquanto jogador que já venceu a UEFA Champions League ao serviço de AFC Ajax e Manchester United FC, com 13 anos a separar cada triunfo, Edwin van der Sar já experimentou quase tudo o que a competição tem para oferecer. Mas ainda há algo de novo que o holandês de 38 anos pode alcançar, nomeadamente fazer parte da primeira equipa a revalidar o título de campeã europeia na era moderna.

Confiança
Van der Sar esteve perto de conseguir esse feito quanto representava o Ajax, já que a equipa de Louis van Gaal, então detentora do título, chegou à final de 1996, mas perdeu frente à Juventus, nas grandes penalidades. A final desse ano disputou-se em Roma e, com o gigante guarda-redes a um pequeno passo de regressar à "cidade eterna" para o jogo decisivo deste ano, sublinhou a sua confiança numa equipa do United que, segundo ele, tem a qualidade necessária para ser bem-sucedida nesse feito histórico.

"Mais bem preparada"
"Penso que esta equipa está melhor apetrechada do que o Ajax em 1996", comentou na véspera do jogo da primeira mão da meia-final do United frente ao Arsenal FC. "Sofremos bastantes lesões, vários jogadores jovens tiveram que preencher as vagas deixadas em aberto pelos mais velhos, que estavam lesionados ou suspensos. Daí o meu comentário. Não diria que esta é uma oportunidade maior para mim, mas estamos mais bem preparados para reconquistar o troféu".

Objectivo de Ferguson
O último clube a revalidar o título foi o AC Milan, campeão europeu de clubes em 1989 e 1990. Alex Ferguson admite que só ficou a conhecer este dado depois da final da época transacta. "Quando vencemos o troféu o ano passado, esse assunto foi mencionado na conferência de imprensa após o jogo, sendo referido que nenhuma equipa tinha conseguido vencer a prova dois anos seguidos. Não sabia disso, portanto pensei para mim mesmo: 'Seria fantástico se fossemos os primeiros a alcançar esse feito'. Somos bons a conquistar títulos pela primeira vez e isso talvez seja um bom prenúncio para a nossa equipa".

"Fasquia elevada"
O United fez história ao ser a primeira equipa inglesa a participar na Taça dos Clubes Campeões Europeus e a primeira a vencê-la, já para não falar que também ganhou a primeira "tripla" inglesa (campeonato, Taça de Inglaterra e UEFA Champions League), sob o comando de Sir Alex. Mas como é óbvio, para chegar até outra final, precisa de vencer o Arsenal, rival na Premier League. "Não se trata de um mero encontro da Premier League, mas sim de uma meia-final", disse Van der Sar. "Não tenham dúvidas, está muita coisa em jogo, queremos chegar à final de Roma e ambas as equipas vão fazer tudo ao seu alcance para marcar presença no jogo decisivo".

A importância da defesa
Para aí chegar, Van der Sar avisou o United que vai precisar de estar ao seu melhor nível na defesa frente a um adversário que venceu o campeão por 2-1 no Norte de Londres, em Novembro. O United sofreu dois golos em três dos últimos quatro jogos realizados em Old Trafford, incluindo a goleada de sábado frente ao Tottenham Hotspur FC, por 5-2 (com um "bis" de Cristiano Ronaldo). "É claro que toda a equipa está insatisfeita com a forma como sofremos os golos no sábado. É importante assegurarmo-nos de que eles não marcam amanhã [quarta-feira]", concluiu Van der Sar.