O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Bojan preparado para a luta

Com o Barcelona a atrair a atenção de todos os quadrantes devido à "revolução" de Josep Guardiola, o jovem avançado tem sido suplente na presente temporada, mas ainda assim não se sente frustrado.

Bojan Krkić bisou na estreia a titular esta época, frente ao Basileia, na terceira jornada da UEFA Champions League
Bojan Krkić bisou na estreia a titular esta época, frente ao Basileia, na terceira jornada da UEFA Champions League ©Getty Images

Dois golos
Bojan causou sensação com o excelente registo goleador nos escalões de formação. Depois de se ter sagrado, "ex-aequo", melhor marcador do Campeonato da Europa de Sub-17 pela Espanha, em 2006, com apenas 15 anos, o dianteiro apontou um ano mais tarde o tento da vitória na final da prova. Por essa altura, Frank Rijkaard já o tinha incluído nos trabalhos do plantel sénior e, na temporada 2007/08, o holandês fez de Bojan o mais jovem jogador do Barcelona a alinhar na UEFA Champions League. Também se tornou o mais novo marcador numa partida da Liga espanhola e os seus dez golos em 14 jogos como titular transformaram-no num dos favoritos do público de Camp Nou.

Papel secundário
No entanto, desde que Guardiola sucedeu a Rijkaard, este Verão, o avançado tem sido eclipsado por outros jovens da formação, como Sergio Busquets, Pedro Rodríguez e Víctor Sánchez. Bojan ainda não foi titular num jogo da Liga, tendo sido suplente utilizado em sete ocasiões. "Como seu treinador, ainda não vi oportunidade para o colocar como titular", disse Guardiola no início deste mês. "O único problema dele é que sou eu a decidir quem joga, mas, atenção, ele tem estado presente em quase todos os jogos desta época".

Regresso em Basileia
Guardiola acabou por conceder a titularidade a Bojan na terceira jornada do Grupo C da UEFA Champions League (o mesmo do Sporting), frente ao FC Basel 1893, e o jovem de 18 anos respondeu com uma boa exibição e dois golos na goleada de 5-0. "Estou feliz por ter começado de início", afirmou Bojan. "Tentei desfrutar do momento tanto quanto possível e marcar dois golos foi uma enorme ajuda. Conquistámos uma vitória importante e estamos quase qualificados para a fase seguinte. Temos que tentar vencer o próximo jogo [em casa, frente ao Basileia, na terça-feira] e os que se seguirem; é esse o nosso objectivo".

Sem frustração
Estreante pela principal selecção espanhola no mês passado, frente à Arménia, Bojan não está frustrado pelo facto de, neste momento, a sua ascensão meteórica ter sido interrompida. "Passo a passo, estou a ter as oportunidades e o mais importante para mim é estar preparado para dar o melhor sempre que for chamado", disse Bojan. "Pouco a pouco, preciso de ganhar a confiança do treinador e provar que estou à altura dos restantes colegas de equipa".

Fase de crescimento
Para além de ganhar a confiança de Guardiola, Bojan também tem demonstrado fiabilidade para marcar sempre que necessário, pois foi seu o magnífico golo obtido aos 52 minutos da primeira mão dos 16 avos-de-final da Taça de Espanha, frente ao Benidorm CD, na terça-feira, que deu a vitória à sua equipa, por 1-0. Mais tarde, Bojan mencionou que, apesar da timidez no balneário, está a crescer a cada jogo. "Continuo a manifestar-me de forma tranquila, para ganhar confiança", disse. "Alcançámos aqui a décima vitória consecutiva e é claro que estou entusiasmado com o golo que marquei". De momento, Bojan parece bastante feliz por se relacionar com os jogadores que também são produto dos escalões de formação do Barcelona, como Víctor Valdés, Carles Puyol, Xavi Hernández, Andrés Iniesta, Lionel Messi e Gerard Piqué, um dos seus melhores amigos.