Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Novos embates de gigantes

A terceira jornada da fase de grupos da UEFA Champions League irá proporcionar a repetição da final da prova de 1998, mas o regresso do filho pródigo Fernando Torres a Madrid ficou adiado, devido a lesão.

Raúl venceu a prova em 1998 mas continua a ser uma das principais armas do Real Madrid
Raúl venceu a prova em 1998 mas continua a ser uma das principais armas do Real Madrid ©Getty Images

Uma década depois de se terem encontrado na final da UEFA Champions League, Juventus e Real Madrid CF voltam a defrontar-se na mesma competição, por ocasião da terceira jornada da fase de grupos. Nos outros jogos, uma inoportuna lesão vai impedir o regresso de Fernando Torres à casa que o viu nascer, quando o Club Atlético de Madrid medir forças com a sua nova equipa, o Liverpool FC, à procura da terceira vitória consecutiva no Grupo D.

Início encorajador
O Real Madrid, onde alinha o internacional português Pepe, visita o Stadio delle Alpi, em Turim, na terça-feira, num jogo no qual se espera, ainda assim, menos tensão daquela registada na final da prova em 1998, quando um golo de Predrag Mijatovic aos 66 minutos deu a vitória aos "merengues". Tanto a Juventus (de Tiago e Jorge Andrade) como o Real Madrid se mantêm invictos no Grupo H, mas os anfitriões suspiram pela recuperação do guardião Gianlugi Buffon, que sofreu um estiramento muscular na coxa direita no recente embate ante o US Città di Palermo, na Serie A. Para a deslocação a Itália, o campeão espanhol também está a contas com um lesionado, no caso o extremo internacional holandês Arjen Robben. Caso a Juventus perca e os bielorrussos do FC BATE Borisov vençam o Zenit. St Petersburg, de Danny, ambos os clubes ficam em igualdade pontual.

Antigos campeões
Na mesma noite, três outros vencedores da UEFA Champions League entram em acção. O Manchester United FC (de Cristiano Ronaldo e Nani), detentor do título, defronta o Celtic FC, enquanto o FC Bayern München joga frente à ACF Fiorentina e o FC Porto encontra o FC Dynamo Kyiv. As equipa referidas em primeiro lugar actuam em casa perante equipas classificadas abaixo de si nos respectivos grupos, mas após a derrota por 4-0 em casa do Arsenal, na segunda ronda, os "dragões" terão de mostrar o que valem.

Regresso emocionado
Quarta-feira parecia destinada a marcar o regresso de "El Nino" ao Vicente Calderón pela primeira vez desde que trocou Madrid por Merseyside, em Julho de 2007. No entanto, Torres, autor de 102 golos em 243 jogos ao serviço dos "rojiblancos" (onde agora actuam Simão Sabrosa e Maniche), sofreu uma lesão muscular na perna direita e vai desfalcar o Liverpool
. Ainda nessa noite, o Chelsea FC de Luiz Felipe Scolari (ao qual estão ligados Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Bosingwa, Deco e Hilário) tentará libertar-se do estigma do empate ante o CFR 1907 Cluj - o clube mais português da Roménia - na recepção à AS Roma. Caso os italianos vençam e o Cluj faça o mesmo na deslocação ao terreno do FC Girondins de Bordeaux, os "blues" descem para a terceira posição do Grupo A.

Mourinho ataca liderança
Igualmente na quarta-feira, o FC Internazionale Milano (de José Mourinho, Luís Figo e Ricardo Quaresma) tenta isolar-se no Grupo B quando receber no Stadio Giuseppe Meazza o Anorthosis Famagusta FC, de Paulo Costa e Tiquinho. Ambos os conjuntos têm quatro pontos e uma derrota para um dos lados levará o Werder Bremen de Hugo Almeida a subir na classificação, caso os alemães vençam o Panathinaikos FC em Atenas. De resto, o FC Barcelona aposta na terceira vitória em outros tantos jogos no Grupo C, o mesmo do Sporting, quando visitar o terreno do FC Basel 1893, último classificado do agrupamento.

Topo