O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Kežman destaca carácter

O avançado insiste que o Fenerbahçe tem "carácter e qualidade para causar uma surpresa" quando defrontar o Sevilha por um lugar nos quartos-de-final.

Mateja Kežman celebra o primeiro golo da noite na primeira mão
Mateja Kežman celebra o primeiro golo da noite na primeira mão ©Getty Images

O avançado Mateja Kežman insiste que o Fenerbahçe tem "carácter e qualidade para causar uma surpresa" quando defrontar esta noite o Sevilla FC por um lugar nos quartos-de-final da UEFA Champions League.

Magra vantagem
O clube de Istambul visita a Andaluzia ciente que o seu adversário conquistou cinco troféus nos últimos dois anos, incluindo duas vitórias consecutivas na Taça UEFA. Contudo, o Fenerbahçe aborda a partida em Espanha com uma magra e importante vantagem de 3-2, fruto do triunfo no primeiro jogo, disputado a 20 de Fevereiro. E embora nenhuma das duas equipas tenha logrado atingir esta fase da prova no passado, o Sevilha é ainda menos experiente a este nível, já que esta é a sua primeira participação. Já na sua quinta presença na mais importante prova de clubes da Europa, o Fenerbahçe tem sabido aprender com os erros do passado.

"Carácter e qualidade"
"É óbvio que contamos com um jogo complicado, mas conseguimos um bom resultado na primeira mão", disse Kežman, que inaugurou o marcador nesse jogo, na sequência de um cabeceamento. "Aceitamos que o Sevilha é favorito, mas temos a experiência do nosso lado. O mais importante será aguentar os primeiros 15 minutos e se conseguirmos isso, então temos o carácter e qualidade suficientes para causar uma surpresa. Esta não é uma equipa de jovens inexperientes".

Adeptos fanáticos
Mesmo sem o lesionado Roberto Carlos, o defesa-direito Gökhan Gönül deverá ser o único titular com menos de 25 anos, sendo que o próprio Kežman já tem muita experiência na competição, fruto das suas passagens por PSV Eindhoven e Chelsea FC. Na qualidade de antigo jogador do Club Atlético de Madrid, o dianteiro também está familiarizado com o futebol espanhol. "O Sevilha tem adeptos fantásticos", recorda. "São como os adeptos do Fenerbahçe e ficam perto do relvado, pelo que isso vai tornar as coisas ainda mais difíceis para nós. Porém, estamos habituados a isso e vamos saber lidar com esse cenário".