O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

"Reds" não assustam Lucho

O FC Porto vai iniciar a participação na UEFA Champions League face ao Liverpool, mas os finalistas da época passada não tiram o sono a Lucho González.

O FC Porto vai iniciar a participação na UEFA Champions League com um difícil encontro face ao Liverpool FC, mas os finalistas da época passada não atemorizam Lucho González.

"Preparados"
"É bom jogar contra uma equipa tão forte", afirmou o médio argentino na antevisão do jogo desta terça-feira, que marca o arranque do Grupo A. "O Liverpool é um adversário muito difícil, mas nós estamos preparados. É claro que eles têm uma defesa muito forte e são muito bons no contra-ataque, mas esperamos conseguir impor o nosso estilo de jogo. A nossa equipa é muito boa a criar oportunidades de golo".

Experiência europeia
Lucho também já tem algum currículo na UEFA Champions League. Frente ao Liverpool, vai disputar o 15º jogo na prova e já marcou vários golos, incluindo um fantástico pontapé de longa distância frente ao Hamburger SV na fase de grupos da época passada. Apesar de os portistas terem sentido algumas dificuldades para bater o Marítimo, por 1-0, no último sábado, para assumir a liderança isolada da Liga portuguesa, Lucho garante que a equipa está preparada para atacar desde o minuto inicial. "Sentimo-nos todos a 100 por cento", esclareceu.

Bom início
O jogador de 26 anos está confiante que o FC Porto vai conseguir transportar a boa forma que tem mostrado no campeonato português para o embate com os campeões europeus de 2005. "Começámos muito bem a época", declarou. "Já conseguimos várias vitórias e esperamos somar mais uma frente ao Liverpool".

"Sob pressão"
Lucho também reconhece que os adeptos do Estádio do Dragão podem ter um papel importante para ajudar os campeões portugueses a entrar com o pé direito na prova. O médio já disputou vários jogos da UEFA Champions League no estádio que é a casa dos "dragões" desde 2004 e reconhece a importância do público. "Espero que o estádio esteja cheio", afirmou. "Esperamos que os adeptos coloquem o Liverpool sob pressão".