O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Liverpool atento ao FC Porto

O Liverpool FC atingiu a final da UEFA Champions League por duas vezes nos últimos três anos, mas pelo meio foi eliminado por uma equipa portuguesa.

O Liverpool FC atingiu a final da UEFA Champions League por duas vezes nos últimos três anos, sendo que pelo meio o Benfica conseguiu eliminar a formação orientada por Rafael Benítez. Agora, a turma inglesa espera não sofrer mais desilusões frente a equipas portuguesas, apesar de voltar a ter de medir forças com um adversário luso, no caso o FC Porto.

• O FC Porto tem a seu favor o facto de nunca ter perdido em casa ante oposição inglesa. E já lá vão nove partidas. Trata-se de um registo a ter em consideração, visto que nos últimos sete anos os portistas defrontaram os quatro “grandes” de Inglaterra - Chelsea FC, Arsenal FC, Manchester United FC e Liverpool. Quatro desses jogos terminaram com um nulo.

• Na sua 13ª participação na competição, a formação orientada por Jesualdo Ferreira procura iniciar a prova com uma vitória, algo que não aconteceu nas quatro últimas temporadas. O FC Porto arrancou para a fase de grupos da principal competição europeia de clubes com três empates nas últimas quatro edições, incluindo-se nesse lote de resultados o 0-0 registado no Estádio do Dragão ante o PFC CSKA Moskva, na passada temporada.

• Ainda assim, tal resultado não impediu os portistas de alcançarem o segundo lugar no seu grupo, logo atrás do Arsenal, embora tenham sucumbido nos oitavos-de-final ante uma formação inglesa: o Chelsea, orientado por José Mourinho, técnico que levou os portistas ao seu segundo triunfo na prova, em 2004. O FC Porto perdeu por 3-2 no total da eliminatória ante os londrinos, mas esteve em vantagem em ambas as partidas, com golos de Raúl Meireles e Ricardo Quaresma.

• Nos oitavos-de-final da época 2005/06, o Liverpool perdeu fora e em casa com o Benfica. Significou isso que o cinco vezes campeão europeu não conseguiu bater formações portuguesas na presente década na principal competição europeia, depois de já o Boavista ter empatado a um golo tanto fora como em casa na fase de grupos da UEFA Champions League, em 2001/02.

• O clube de Merseyside teve mais sorte quando enfrentou o FC Porto nos quartos-de-final da Taça UEFA em 2000/01, acabando mesmo por conquistar a prova pela terceira vez. Após um empate a zero nas Antas, os ingleses carimbaram a passagem às “meias” com um triunfo por 2-0 em Anfield.

• Recuando no tempo, na era em que dominava o futebol em Inglaterra, o Liverpool encontrava adversários portugueses nas competições europeias com alguma regularidade. O Benfica era, então, o adversário que mais vezes visitava Anfield. Os ingleses conseguiram mesmo somar cinco triunfos ante os bicampeões europeus, sendo os primeiros quatro obtidos nos quartos-de-final, precisamente em duas épocas em que o Liverpool se sagrou campeão europeu: 1977/78 e 1983/84.

• Em 1984/85, as equipas voltaram a encontrar-se, dessa feita na segunda eliminatória da prova, tendo o Benfica vencido pela única vez nas primeiras seis tentativas. Vitória essa que não chegou para ganhar uma eliminatória que os ingleses conquistaram após vencerem por 3-1 na primeira mão. O 1-0 registado a favor dos "encarnados" na segunda mão não foi suficiente. Na final, acabou por ser a Juventus a conquistar o troféu ante o Liverpool, com um golo apenas a ditar o desfecho da competição na trágica final do Heysel.

• Numa altura em que dá início à sua sexta campanha em sete épocas na UEFA Champions League, num grupo que também integra o Olympique de Marseille e o Beşiktaş JK, o Liverpool tentará manter a sua campanha de sucesso na competição. Note-se, ainda assim, que o Liverpool perdeu a sua última partida realizada fora na prova, mais exactamente quando se deslocou ao terreno do Chelsea FC (derrota por 1-0) na primeira mão da meia-final da passada temporada. Tratou-se apenas da terceira derrota dos "reds" em 17 jogos realizados fora. Tal lista engloba as três rondas relativas às pré-eliminatórias da prova em 2005/06, mas não as duas finais realizadas em 2005 e 2007.

• No caminho para a final de Atenas, na última temporada, o Liverpool começou por empatar a zero no terreno do PSV Eindhoven. Já nas duas anteriores edições, os ingleses estrearam-se com vitórias.