APOEL entra a ganhar

Os portugueses Ricardo Fernandes, Hélio Pinto e Nuno Morais contribuíram para o triunfo do APOEL, campeão do Chipre, no arranque da edição 2007/08 da UEFA Champions League.

A edição 2007/08 da UEFA Champions League arrancou na noite de terça-feira com sete encontros da primeira pré-eliminatória. Destaque para os cipriotas do APOEL FC que, com o contributo dos portugueses Ricardo Fernandes, Hélio Pinto e Nuno Morais, bateram o FC BATE Borisov. O FK Zeta, estreante do Montenegro, foi outro dos vencedores, enquanto o veterano brasileiro Aldair não conseguiu evitar a derrota caseira do S.S. Murata, de San Marino, nação presente pela primeira vez nesta prova.

APOEL FC 2-0 FC BATE Borisov
O APOEL, campeão do Chipre, realizou uma boa exibição e está em vantagem para o jogo da segunda mão, na próxima terça-feira. Os bielorrussos do Borisov entraram melhor no encontro e criaram a primeira situação de perigo, com um remate de longa distância de Igor Stasevich, mas depois a equipa da casa tomou conta do jogo. O veterano Nikos Machlas desperdiçou três boas oportunidades para marcar, mas Aleksandr Fedorovich só foi batido quando Chrysostomos Michail tentou a sorte com um remate à entrada da área. Nuno Morais jogou a titular, mas foi outro português que brilhou na jogada do segundo golo, já que Ricardo Fernandes assistiu Machlas e este bateu Fedorovich com um golpe de cabeça. Hélio Pinto entrou em jogo aos 67 minutos e assistiu à expulsão de Anton Sakharov, que deixou o BATE com menos um jogador. A equipa que vencer esta eliminatória vai medir forças com o FH Hafnarfjördur ou o HB Tórshavn.

FK Zeta 3-1 FBK Kaunas
O Zeta venceu e já sonha em defrontar o Rangers FC na próxima ronda. O jogo desequilibrou-se a meio do primeiro tempo, quando Ianko Valkanov recebeu ordem de expulsão e os lituanos ficaram reduzidos a dez elementos. Pouco depois, Slaven Stjepanović foi derrubado dentro da área e Žarko Korać colocou a equipa da casa em vantagem na conversão da grande penalidade. Dois minutos depois, Janko Tumbašević fez o 2-0 com um cabeceamento e, ainda antes de decorrida uma hora de jogo, Stjepanović marcou o terceiro golo da equipa da casa. Nos últimos minutos, o Kaunas conseguiu reduzir, através de Givi Kvaratskhelia, e espera recuperar no encontro de terça-feira.

S.S. Murata 1-2 Tampere United
Jari Niemi marcou os dois golos que possibilitaram o triunfo da equipa finlandesa, cujo pensamento está no possível confronto com o PFC Levski Sofia, na segunda pré-eliminatória. O Murata é a primeira equipa a representar San Marino nesta prova e contou com a experiência do brasileiro Aldair que, aos 41 anos, regressou aos relvados e ajudou a equipa da casa a ganhar vantagem aos 41 minutos. Cristian Protti marcou, mas o Murata já tinha visto anteriormente Roberto Teodorani atirar uma bola ao poste. No entanto, a equipa da casa permitiu que Niemi marcasse dois golos no segundo tempo e ficou em posição difícil na eliminatória.

The New Saints FC 3-2 FK Ventspils
Os campeões galeses puderam comemorar a primeira vitória nas competições europeias graças ao golo de Barry Hogan, obtido nos últimos instantes do período de compensação. O encontro parecia condenado ao empate, depois da equipa casa ter estado duas vezes em vantagem, mas os letões reponderam sempre ao mesmo nível e também marcaram dois golos, sempre através de Vits Rimkus. Michael Wilde deu vantagem madrugadora ao representante do País de Gales, mas a resposta de Rimkus demorou apenas dez minutos. A equipa visitante, em estreia na UEFA Champions League, revelou-se um adversário muito competitivo e voltou a ser rápida a responder ao golo do defesa Phil Baker, que tinha colocado os anfitriões em vantagem. O quinto tento do encontro foi da autoria de Hogan que, com um remate de raiva, não deixou tempo para a resposta dos letões. Os galeses vão tentar manter a vantagem na próxima quarta-feira, para poderem medir forças com o FC Salzburg.

FK Khazar Lenkoran 1-1 NK Dinamo Zagreb
A jogar em casa, a equipa do Azerbaijão entrou melhor no jogo e Zaur Ramazanov esteve muito activo, criando uma boa oportunidade para Júnior que o avançado brasileiro não aproveitou. Do lado croata, Luka Modrić era o jogador em maior destaque. A equipa da casa ganhou vantagem nos primeiros minutos do segundo tempo e o golo só poderia ser da autoria de Ramazanov, mas os visitantes reponderam de imediato e fizeram o empate através de Etto. Nos últimos minutos, o Lenkoran teve de recuar depois de ter visto o capitão Emin Guliyev ser expulso. Azeris e croatas vão reencontra-se na próxima terça-feira para definir quem vai defrontar o NK Domžale ou o KF Tirana.

FC Olimpi Rustavi 0-0 FC Astana
O Olimpi não conseguiu marcar na estreia nesta prova mas ainda sonha com um resultado positivo na visita ao Cazaquistão, na próxima quarta-feira, para depois poder defrontar o Rosenborg BK. Varlam Kilasonia estreou-se como treinador do Olimpi e apostou numa táctica ofensiva, com dois avançados. Mas Vladimer Dvalishvili e Jaba Dvali encontraram sempre enorme resistência na equipa do Astana, com destaque para o guarda-redes Sergei Boichenko. Na segunda parte o ataque da equipa da casa passou a contar com o gabonês Baudry Massouanga, mas a equipa visitante não se desorganizou e podia mesmo ter chegado ao triunfo e só a falta de pontaria de Arsen Tlekhugov evitou a derrota do Olimpi.

Linfield FC 0-0 IF Elfsborg
O Debreceni VSC, da Hungria, vai ter de esperar mais uma semana para ficar a saber quem será o seu adversário na segunda pré-eliminatória. O guarda-redes Alan Mannus esteve brilhante na defesa da baliza do representante da Irlanda do Norte mas, na melhor oportunidade do jogo, o Linfield só não ficou em desvantagem porque Fredrik Berglund falhou o alvo. Paul McAreavey foi um dos melhores em campo, mas as melhores oportunidades dos britânicos pertenceram ao médio Jamie Mulgrew. Num jogo sem golos, tudo ficou adiado para o encontro da próxima semana, na Suécia.