O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Despedida em beleza

Manchester United FC 1-0 LOSC Lille Métropole (total: 2-0)
Henrik Larsson marcou o único golo e terminou da melhor maneira a breve passagem pelos "red devils".

O Manchester United FC garantiu o apuramento para os quartos-de-final da UEFA Champions League pela primeira vez em quatro temporadas, ao vencer por 1-0 o LOSC Lille Métropole, em Old Trafford.

Prenda de Larsson
Depois de ambos os conjuntos terem acertado na madeira, por intermédio de John O'Shea e Peter Odemwingie, em cada uma das partes, Henrik Larsson, que regressa ao Helsinborgs IF, da Suécia, na próxima semana, terminou da melhor forma a breve passagem de três meses pelo clube inglês, por empréstimo, ao marcar o único tento do encontro a 18 minutos do final.

United tranquilo
O golo de Ryan Giggs marcado no encontro da primeira mão fez os "red devils" entrarem em campo tranquilos, embora sem criarem perigo iminente para a baliza adversária. Ainda assim, aos oito minutos, Larsson, isolado por Paul Scholes, não conseguiu por pouco apanhar a bola endossada pelo médio do Manchester United e o lance terminou nas mãos de Tony Sylva.

O'Shea à trave
Pouco depois, após excelente jogada da equipa, pela direita, Wayne Rooney viu o seu remate de primeira interceptado bem a tempo por Matthieu Chalmé. Do canto correspondente, a formação de Alex Ferguson esteve perto de inaugurar o marcador quando John O'Shea cabeceou com estrondo à barra da baliza de Sylva, que falhara a intercepção.

Makoun cria perigo
Numa primeira parte em que os franceses apenas conseguiram criar perigo na sequência de lances de bola parada, a única ocasião de perigo para Edwin van der Sar surgiu aos 22 minutos, após livre. Nemanja Vidic falhou o corte e Jean II Makoun surgiu perante o guardião holandês, na pequena área, mas cabeceou fraco e Van der Sar defendeu sem problemas.

Ronaldo amarelado
Cristiano Ronaldo, que começou a partida no lado direito do ataque, mudou para o lado oposto, mas encontrou as mesmas dificuldades em libertar-se da apertada marcação contrária. Ainda antes do intervalo, o extremo português entrou na área e caiu no relvado, após pretendo contacto com o defesa. O árbitro, bem posicionado, não esteve com contemplações e mostrou o cartão amarelo ao avançado lusitano.

Odemwingie ao poste
A etapa inicial terminou com Odemwingie a chegar atrasado, dentro da área, a um passe de um companheiro de equipa. O Lille mostrou-se mais atrevido nos primeiros instantes do reatamento e Kader Keita tentou surpreender Van der Sar de longe, mas o remate saiu à figura. Logo a seguir, aos dois minutos da etapa complementar, o mesmo Odemwingie atirou de cabeça ao poste direito, após jogada confusa em que o guardião holandês não esteve isento de culpas.

Golo e ovação 
Depois do susto, o Manchester United retomou o controlo do jogo, apesar das tentativas infrutíferas do Lille em visar a baliza contrária. Mas aos 72 minutos, Ronaldo recolheu o esférico antes do seu meio-campo, desatou a correr pelo flanco e, já junto à linha de fundo, cruzou para o coração da área, onde estava Larsson que, solto de qualquer marcação, rematou com êxito de cabeça. Imediatamente a seguir, o avançado sueco cedeu o lugar a Alan Smith e ouviu o público de Old Trafford em peso prestar-lhe o devido tributo.

Aventura termina
O tento acabou definitivamente com a aventura dos gauleses na Europa e dissipou todas as dúvidas em relação ao desfecho final, não obstante a formação de Claude Puel nunca tenha deixado de tentar a sua sorte. A equipa de Cristiano Ronaldo, que saiu a oito minutos dos 90, vai estar assim presente no sorteio dos quartos-de-final e meias-finais, agendados para sexta-feira, em Atenas, na Grécia, palco da final da prova a 23 de Maio.