O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

United conta com factor casa

O Lille visita o Manchester United e precisa de estragar um dos mais formidáveis registos caseiros da competição se quiser seguir em frente.

O LOSC Lille Metropole visita o Manchester United FC de Cristiano Ronaldo na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League e precisa de estragar um dos mais fantásticos registos caseiros da competição se quiser chegar aos quartos-de-final. Após a derrota por 1-0, na primeira mão, o Lille necessita de vencer em Old Trafford, onde os anfitriões só perderam por uma vez nos últimos 27 desafios na competição.

• O livre directo marcado por Ryan Giggs aos 83 minutos marcou a diferença entre as duas equipas quando se encontraram em Lens, casa emprestada, a 20 de Fevereiro, naquela que constituiu a primeira derrota dos homens de Claude Puel como anfitrião na UEFA Champions League.

• Com este resultado, o Lille terá de repetir a proeza alcançada sexta jornada, altura em que uma vitória por 2-0 em casa do AC Milan – graças aos golos de Peter Odemwingie e Kader Keita - lhes permitiu qualificarem-se pela primeira vez para os oitavos-de-final. Foi a primeira vitória do Lille na condição de forasteiro na UEFA Champions League, em nove tentativas, incluindo o empate a um golo desta época conseguido em casa do RSC Anderlecht e a derrota, por 1-0, no recinto do AEK Athens FC.

• Já lá vão 11 anos desde a única ocasião em que uma equipa recuperou de uma derrota em casa na primeira mão de uma eliminatória da UEFA Champions League. O AFC Ajax, na altura detentor do troféu, alcançou o feito na meia-final da época 1995/96, diante do Panathinaikos FC, recuperando da derrota por 1-0 em casa com uma vitória clara por 3-0 na Grécia. Desde então, houve 14 tentativas de repetir o feito, todas sem sucesso.

• O United, que tenta alcançar os quartos-de-final pela primeira vez desde 2002/03, venceu as três partidas disputadas em casa na fase de grupos, marcando sempre três golos. Após ter iniciado a campanha com uma vitória por 3-2 sobre o Celtic FC, venceu ainda o FC København (3-0) e o Benfica (3-1). A última equipa a ganhar em Old Trafford nesta competição foi o AC Milan, que venceu por 1-0 nesta fase da prova, na época de 2004/05.

• Caso o United consiga manter a vantagem na eliminatória, vingará os resultados diante do Lille na época passada, empate 0-0 em Old Trafford a 18 de Outubro de 2005 e uma derrota em França, por 1-0, duas semanas mais tarde. Esses dois resultados atiraram o United para o último lugar do seu grupo, e deram aos “dogues” o terceiro posto e um lugar na Taça UEFA de 2005/06.

• Incluindo o empate da época passada em Old Trafford, o United nunca perdeu em casa contra adversários franceses, tendo vencido seis jogos e empatado três. O Lille, por seu turno, ganhou um encontro, empatou outro e perdeu por uma vez em território inglês.

• Os franceses saíram derrotados pela margem mínima na primeira visita a Old Trafford, graças a um golo de David Beckham aos 89 minutos, na fase de grupos da UEFA Champions League 2001/02. Os defesas Grégory Tafforeau e Rafael Schmitz são os únicos jogadores do actual plantel do Lille que actuaram nessa noite, o segundo saído do banco de suplentes. Wes Brown, Giggs, Gary Neville e Paul Scholes foram todos titulares no United, ao passo que Ole Gunnar Solskjær esteve no banco de suplentes.

• A outra visita do Lille a Inglaterra ocorreu na meia-final da Taça Intertoto de 2002/03, vencendo na altura o Aston Villa FC por 2-0 para seguir em frente com um total de 3-1 no conjunto das duas mãos.

• O primeiro jogo em casa do United diante de um adversário francês foi disputado na costa sul inglesa. O Plymouth emprestou o estádio para os “red devils” derrotarem o AS Saint-Etienne FC, por 2-0, na primeira eliminatória da Taça das Taças 1977/78, após um problema com os adeptos na primeira mão ter obrigado o United a disputar o segundo jogo a uma distância mínima de 300 quilómetros de Old Trafford.

• Nos seus tempos de jogador do AS Monaco FC, o treinador do Lille, Claude Puel, venceu na Escócia, no País de Gales e em Inglaterra. Actuou numa vitória por 2-1 em casa do Dundee United FC, na Taça UEFA de 1981/82, obteve um resultado idêntico na deslocação ao recinto do Swansea City FC, na Taça dos Vencedores das Taças de 1991/92 e saiu vencedor, por 1-0, no campo do Leeds United AFC, na Taça UEFA de 1995/96. No entanto, contra o Dundee United e o Leeds, os franceses viriam a perder as eliminatórias.

• A equipa vencedora estará presente no sorteio de 9 de Março em Atenas, que definirá os quartos-de-final e as meias-finais. A capital grega será palco da final da prova a 23 de Maio.