O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Hitzfeld mais feliz

Os treinadores de ambas as equipas lamentaram os erros defensivos no verdadeiro tratado de futebol de ataque que Real Madrid e Bayern ofereceram no Santiago Bernabéu.

Os treinadores de ambas as equipas lamentaram os erros defensivos no verdadeiro tratado de futebol de ataque que Real Madrid CF e FC Bayern München ofereceram a todos quantos se deslocaram ao Santiago Bernabéu. A equipa da casa esteve a vencer por 3-1 até aos 88 minutos, altura em que Mark van Bommel apontou um tento fora de casa que poderá revelar-se decisivo para os bávaros no embate da segunda mão, a 7 de Março.

Fabio Capello, treinador do Real Madrid
O Bayern fez três substituições na segunda parte que lhe permitiram ganhar força. Fizeram passes mais longos e perigosos na segunda parte e, psicologicamente, tivemos receio - como quando um tenista bloqueia antes de um ponto decisivo. Ambas as equipas jogaram melhor do que em recentes embates anteriores e os nossos adeptos também nos ajudaram bastante. Foi importante termos alcançado uma vitória, uma vez que a UEFA Champions League é uma competição importante, mas o próximo jogo em Espanha [o derby frente ao Club Atlético de Madrid] também o é.

Ottmar Hitzfeld, técnico do Bayern
O Real Madrid começou melhor do que nós e tivemos problemas para os controlarmos defensivamente. Após termos empatado, começámos a ter maior controlo do jogo. O segundo tento, assim como o terceiro, resultou de um erro defensivo. Depois de ter operado algumas substituições na segunda parte, jogámos com maior dinamismo e o nosso segundo golo foi a recompensa para essa melhoria. A nossa exibição na segunda parte encoraja-nos para o futuro, apesar de ainda termos alguns problemas na defesa que necessitamos de resolver. Também temos de parar de entregar a bola ao adversário de forma tão fácil. Nunca posso aceitar uma derrota, mas este até foi um resultado positivo para nós.