Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Norte da Europa em grande

O Norte da Europa teve uma noite em grande na UEFA Champions League, ao garantir a presença de cinco equipas na segunda pré-eliminatória da prova.

O Norte da Europa teve uma noite em grande na UEFA Champions League, já que equipas da Islândia, Finlândia, Irlanda, Ilhas Faroé e Letónia passaram à segunda pré-eliminatória da competição.

NK Široki Brijeg 1-0 FC Shakhtyor Soligorsk (eliminatória: 2-0)
O Široki defrontará, na segunda pré-eliminatória, o Heart of Midlothian FC, após ter voltado a vencer o campeão da Bielorrússia por 1-0. A equipa da casa controlou sempre o jogo e a sua passagem nunca pareceu estar em risco, especialmente depois de Anatoli Budaye ter derrubado Mislav Karoglan dentro da grande área, aos 29 minutos. Budaye viu o cartão vermelho e Ronielle Gomes concretizou a grande penalidade. A melhor oportunidade para o Shakhtyor surgiu por Sergei Nikiforenko na segunda parte, mas não foi concretizada. "Temos um adversário muito forte à nossa espera na próxima ronda, mas não desistimos facilmente", afirmou o treinador do Široki, Ivica Barbarić.

FH Hafnarfjördur 1-1 FC TVMK Tallinn (eliminatória: 4-3)
Apesar de necessitar de uma vitória por mais de um golo para virar a desvantagem de 3-2 trazia da primeira mão, o TMVK abordou o jogo da segunda mão, fora de casa, com muitas cautelas. O campeão islandês teve uma actuação calma e confiante, mas viu-se em desvantagem aos 60 minutos, depois de um erro do guarda-redes Dadi Lárusson, que fez penalty sobre Gintas Sirmelis, convertido por Viktors Dobrecovs. Os estónios ainda precisavam de mais um golo para passar, mas o Hafnarfjördur marcou no contra-ataque, com Tryggvi Gudmundsson a abrir a defesa com um passe para Atli Gudnason, que marcou e garantiu a presença na próxima ronda, onde a sua equipa defrontará o Legia Warszawa.

FK Aktobe 1-1 FHK Liepajas Metalurgs (eliminatória: 1-2)
O campeão do Cazaquistão viu-se afastado depois de um empate com o seu adversário da Letónia, e tem a lamentar uma série de oportunidades perdidas que poderiam ter valido um encontro na próxima ronda com o gigante ucraniano do FC Dynamo Kyiv. Acabou por passar o Metalurgs, graças a um tento de Deniss Ivanovs dois minutos antes da hora de jogo. Após duas oportunidades desperdiçadas por Serghey Rogaciov e Konstantin Golovskiy, Aleksei Nikolaev empatou a eliminatória com um cabeceamento aos 17 minutos. Com os da casa balanceados para o ataque, foram os visitantes que marcaram, contra a corrente do jogo, através de Ivanovs, ficando o Aktobe a dois golos da qualificação.

The New Saints FC 0-1 Myllykosken Pallo-47 (eliminatória: 0-2)
O MyPa marcou cedo e garantiu o encontro com o FC København na segunda pré-eliminatória. Os finlandeses alargaram a vantagem de 1-0 trazida da primeira mão aos seis minutos, quando Saku Puhakainen acorreu a um passe longo e, perante a saída do guardião Gerard Doherty, marcou de “chapéu”. O TNS precisava agora de três golos para seguir em frente, mas só por uma vez na primeira parte conseguiu incomodar o guarda-redes do MyPa, Janne Korhonen, com um remate de Greg Stones. O campeão galês ainda poderia ter marcado o golo de honra no tempo de descontos, mas Steven Beck atirou ao lado na conversão de uma grande penalidade.

Apollon Limassol FC 1-1 Cork City FC (eliminatória: 1-2)
Dan Murray marcou o golo que colocou o Cork na ronda seguinte, no empate do campeão Irlandês por 1-1 contra o Apollon. Com uma vantagem de 1-0 trazida da primeira mão, o Cork contou com a inspiração do guarda-redes Michael Devine para segurar a vantagem no Chipre, perante um anfitrião de toada muito ofensiva. Os cipriotas bateriam mesmo Devine, aos cinco minutos da segunda parte, mas o cabeceamento de Murray, após um canto marcado por Neale Fenn, aos 74 minutos, foi suficiente para dar ao Cork a vitória que o coloca no caminho do FK Crvena Zvezda na próxima ronda.

B36 Tórshavn 2-2 Birkirkara FC (eliminatória: 5-2)
O campeão das Ilhas Faroé, o B36, fez história ao tornar-se na primeira equipa das ilhas a chegar à segunda pré-eliminatória. A recompensa é um encontro com o gigante turco do Fenerbahçe SK, após ter segurado a vantagem de três golos trazida da primeira mão. Numa noite de nevoeiro em Tórshavn, foram os anfitriões que marcaram primeiro, com um cabeceamento de Klæmint Matras já em cima do intervalo. O Birkirkara FC empatou através de George Mallia, mas o suplente nigeriano Obi Onyebuchi repôs a vantagem para os da casa. Kenneth Scicluna fez o 2-2 a oito minutos do fim, e houve ainda tempo para a expulsão de um jogador de cada equipa.

NK Gorica 2-2 Linfield FC (eliminatória: 5-3)
O campeão esloveno marcou encontro com o FC Steaua Bucuresti, semifinalista da Taça UEFA da época passada. Após a vitória por 3-1 na primeira mão, na semana passada, o Gorica era favorito à partida para a segunda mão no Športni Park, mas apanhou um susto quando Peter Thompson deu vantagem aos visitantes, aos 28 minutos. Miran Burgič acalmou a equipa dois minutos mais tarde com um golo de cabeça, e depois de Mark Dickson ter falhado uma grande penalidade para o Linfield, Burgič deu vantagem ao Gorica com outro golo de cabeça. O campeão da Irlanda do Norte ainda marcou no último minuto através do suplente Paul McAreavey, mas já era tarde demais.

Topo