Lendas do Inter homenageadas

Os jogadores que formaram a equipa do "Grande Inter" foram homenageados pela UEFA, numa cerimónia em que Luís Figo também foi distinguido.

Antes do início do jogo da UEFA Champions League frente ao AFC Ajax, os adeptos do Inter juntaram-se à iniciativa da UEFA de homenagear alguns dos elementos da equipa do "Grande Inter" que venceu a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1964 e em 1965.

Placa comemorativa
As velhas glórias do Inter juntaram-se para receber uma placa comemorativa que reconhecia a contribuição que o treinador Helenio Herrera, falecido em 1997, deu para os primeiros 50 anos da Taça dos Campeões Europeus. O antigo capitão do Inter, Giacinto Facchetti, que actualmente é o presidente do clube, bem como o internacional português Luís Figo, que em 2001/02 foi campeão europeu ao serviço do Real Madrid CF, também receberam uma placa comemorativa.

"Momento emocionante"
Sandro Mazzola, que foi quatro vezes campeão italiano e campeão europeu em duas ocasiões, confessou ao uefa.com: "Foi muito emocionante ser homenageado em San Siro. Foi fantástico poder reencontrar os meus antigos colegas, pois são cada vez menos as oportunidades para estarmos juntos. Éramos uma grande equipa e Herrera era um treinador fantástico, com ideias revolucionárias para aquela época. Penso que a maioria dos treinadores actuais ainda recorre a elementos das suas inovações tácticas".

Vitória especial
O Inter de Herrera derrotou o Real Madrid na final de 1964 e o Benfica na do ano seguinte. Luis Suarez, que foi um "playmaker" do Inter e venceu a Bola de Ouro, analisou estas vitórias históricas: "O primeiro título foi especial para mim. Em primeiro lugar, porque foi conseguido face à lendária equipa do Real Madrid, um grupo de jogadores que já tinha vencido por cinco vezes a Taça dos Campeões Europeus. Depois, o sabor foi ainda mais especial porque eu tinha sido jogador do FC Barcelona.

"Uma equipa especial"
O dono do Inter, Massimo Moratti, cujo pai Angelo foi o presidente no clube durante esses anos de glória, acrescentou: "Era uma equipa especial, com jogadores especiais. A actual equipa do Inter terá de ter uma ambição semelhante, uma grande vontade de trabalhar e de fazer sacrifícios, isto se quiser atingir o mesmo nível de sucesso". Na terça-feira, a equipa de Roberto Mancini venceu o Ajax e seguiu em frente com um resultado total de 3-2. Nos quartos-de-final, o adversário dos italianos será o Villarreal CF.

Topo