Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Emerson apura Juventus

Juventus 2-1 Werder Bremen (total: 4-4, Juve apura-se pelos golos marcados fora)
A Juve esteve à beira da eliminação, antes de o brasileiro aproveitar uma oferta da defesa adversária.

A Juventus estava a dois minutos de ser eliminada da UEFA Champions League, mas o centrocampista brasileiro Emerson aproveitou uma oferta inesperada da defesa do Werder Bremen para colocar o líder da Serie A nos quartos-de-final da prova.

Partida emocionante
Tal como na primeira mão em Bremen, que os alemães venceram por 3-2, houve emoção do princípio ao fim em Turim. O autor do golo da vitória no Weserstadion, Johan Micoud, inaugurou o marcador aos 13 minutos, mas a Juve encetou uma fantástica recuperação na segunda parte, resolvendo a eliminatória com golos de David Trezeguet (65) e Emerson (88) – este último após Tim Wiese, o jovem guardião do Bremen, ter inexplicavelmente largado a bola dentro da grande área, sem qualquer tipo de pressão.

Owomoyela providencial
A Juventus esteve perto de se colocar na liderança logo no seu primeiro ataque, aos três minutos, quando Pavel Nedvěd surgiu nas costas da defesa dos visitantes e disparou cruzado da direita. Trezeguet preparava-se para desviar a bola para a baliza quando Patrick Owomoyela se antecipou ao avançado e afastou o perigo. Dez minutos mais tarde surgiu o golo inaugural da partida, da autoria de um francês que não Trezeguet, quando Micoud concluiu uma jogada simples que rasgou a defesa dos "bianconeri".

Golo de belo efeito
Depois de receber a bola no meio-campo, Tim Borowski passou de primeira para Christian Schulz, que por sua vez lançou Micoud na entrada da grande área da Juventus. O antigo jogador do Parma FC esperou pela saída de Gianluigi Buffon, colocando depois a bola por cima do internacional italiano com um remate vistoso de pé direito. Os homens de Fabio Capello procuraram responder de imediato, com Nedvěd a cabecear à figura de Wiese na sequência de um canto, aos 15 minutos. Schulz ficou perto de marcar um autogolo com Wiese completamente fora do lance, numa jogada em que a falta de comunicação foi evidente.

Defesa de Buffon
No canto que se seguiu, a bola sobrou para Zlatan Ibrahimović, mas o remate acertou em Owomoyela. O irrequieto lateral alemão desmarcou mais tarde Ivan Klasnić com um passe desde o seu meio-campo, que no entanto foi desperdiçado pelo croata com um remate de pé esquerdo que saiu demasiado alto, numa fase animada da partida. Klasnić voltou a destacar-se movimentando-se bem na área e rematando para a defesa de Buffon, após uma boa iniciativa de Owomoyela, mas depois foi a Juventus a criar as melhores oportunidades até ao intervalo.

Wiese em plano de destaque
Novamente na sequência de um pontapé de canto que enganou a defesa do Bremen, Nedvěd controlou a bola na quina da área e executou um remate violento que foi defendido por Wiese. A bola sobrou para Emerson que – como todo o público presente no Delle Alpi – parecia não acreditar quando o guardião de 24 anos desviou a bola por cima. Era uma amostra do que a Juve faria na segunda parte, quando criou quatro oportunidades em outros tantos minutos, sempre com Nedvěd envolvido nas jogadas.

Trezeguet empata
Tendo suportado essa pressão inicial, o Bremen esteve perto de marcar o segundo golo quando Borowski rematou ao lado, pressionado por Cannavaro, aos 53 minutos. Capello respondeu colocando Alessandro Del Piero e Adrian Mutu em campo, sendo que oito minutos depois o líder da Serie A chegava ao empate. Trezeguet iniciou e terminou a jogada, fazendo a bola passar sobre a defesa do Bremen com um passe para Nedvěd, que controlou o esférico com o peito e devolveu-o a Trezeguet, que não deu hipótese a Wiese.

Final dramático
Wiese esteve à altura de todas as iniciativas da Juventus até oferecer o empate aos italianos, permitindo aos 88 minutos que Emerson se redimisse do falhanço anterior.

Topo