Eto'o derruba Chelsea

Chelsea FC 1-2 FC Barcelona
Apesar de ter estado a vencer, a equipa de José Mourinho não resistiu ao facto de ter jogado toda a segunda parte com menos um elemento.

O FC Barcelona está em boa posição para assegurar um lugar nos quartos-de-final da UEFA Champions League, ao marcar dois golos tardios frente a uma equipa do Chelsea FC que esteve reduzida a dez elementos durante mais de 50 minutos.

Última palavra
Stamford Bridge foi palco de uma partida com dois autogolos, antes de Samuel Eto'o cabecear para o teno da vitória a dez minutos do final. Numa reedição da eliminatória emocionante da época passada, o Chelsea já não contava com Asier Del Horno quando Thiago Motta fez um autogolo. O empate chegou por intermédio de John Terry, que também marcou na própria baliza, depois de os campeões espanhóis terem desperdiçado várias oportunidades. Lionel Messi rematou à trave e Terry salvou dois golos certos em cima da linha de baliza, antes de Eto'o resolver o encontro.

Crespo titular
Na equipa inglesa, Del Horno entrou para o lugar do lesionado William Gallas. Com Michael Essien castigado, regressou Claude Makelele, após falhar três jogos do campeonato devido a lesão. No ataque, Hernán Crespo entrou para o lugar de Didier Drogba. O Barcelona apostou em Giovanni van Bronckhorst a lateral-esquerdo, no lugar de Silvinho, e também na jovem promessa Lionel Messi, que alinhou apenas pela terceira vez esta temporada na prova.

Deco em destaque
O relvado havia sido regado antes do encontro, pelo que eram visíveis poças de água no início. Os adeptos do Chelsea estavam animados e dois livres conseguidos nos primeiros minutos deram ainda mais esperança. No entanto, foi o Barcelona a criar a primeira oportunidade clara de golo, com um passe de Deco para Eto'o, antes de a bola chegar a Messi, que colocou à prova Petr Čech. Os visitantes tiveram mais problemas com o relvado do que o Chelsea. Foi claro que os catalães esperavam maior velocidade, apesar de terem sido uma equipa muito combativa, isto num encontro em que Deco esteve em destaque no meio-campo.

Remate de Lampard
Frank Lampard, igualmente influente, efectuou um remate que saiu por cima das redes à guarda de Victor Valdés. Depois, Eidur Gudjohnsen fugiu à marcação de Carles Puyol e os catalães tiveram sorte por Van Bronckhorst ter conseguido afastar o cruzamento. Messi estava a causar problemas a Del Horno no flanco direito e após uma boa jogada com Deco, a defesa da equipa da casa ficou em alerta. Contudo, nem Eto'o nem Ronaldinho conseguiram rematar à baliza.

Del Horno expulso
Crespo precisou de receber assistência após uma falta que valeu o cartão amarelo a Puyol, mas o Chelsea encontrou dificuldades para servir o avançado. A confiança do Barcelona foi crescendo, com um remate de Ronaldinho a proporcionar uma grande defesa a Čech. Esse cenário ganhou ainda mais relevância quando o Chelsea ficou reduzido a dez elementos. Messi levou a melhor na luta pelo esférico, fugiu à marcação de Arjen Robben e acabou derrubado por Del Horno. Ambos os jogadores ficaram magoados, mas quando o defesa voltou a levantar-se, viu o vermelho directo.

Entrada de Geremi
Mourinho respondeu com a entrada de Geremi para o lugar de Joe Cole. Ao intervalo, Crespo cedeu o seu lugar a Drogba e os dez homens em campo deram uma boa resposta perante a adversidade, com Robben a rematar rasteiro um pouco ao lado, antes de Paulo Ferreira atirar de longe, testando a atenção de Valdés. Motta tentou algo parecido, aproveitando o recuo da defesa do Chelsea, e não errou o alvo por muito.

Eto'o decide
Quando o médio voltou a tocar na bola, aos 59 minutos, teve consequências drásticas para a sua equipa. Motta desviou para o fundo da própria baliza um livre cobrado por Lampard, após um choque com o guardião do Barça. Henrik Larsson e Drogba tiveram oportunidades para marcar, antes de Terry desviar um livre cobrado por Ronaldinho para o fundo da sua baliza. O guardião do Chelsea também ficou isento de culpas no golo decisivo, com Eto'o a saltar mais alto que Paulo Ferreira, fechando o marcador e garantindo uma vitória importante para os espanhóis.