Rijkaard elogia evolução catalã

O treinador do Barcelona acredita que a sua equipa deu um passo importante rumo aos quartos-de-final, enquanto José Mourinho ainda acredita no apuramento.

O treinador do FC Barcelona, Frank Rijkaard, acredita que a sua equipa deu um passo importante rumo à qualificação para os quartos-de-final da UEFA Champions League, na sequência do triunfo dos campeões espanhóis no terreno dos seus homólogos ingleses, o Chelsea FC. O jogo mudou de rumo aquando da expulsão do lateral espanhol dos londrinos, Asier Del Horno, ainda antes do intervalo. Apesar de terem sido os comandados de José Mourinho a adiantarem-se no marcador através de um autogolo de Thiago Motta, a superioridade numérica do Barça viria a fazer sentir-se com os tentos de John Terry (também na própria baliza) e Samuel Eto'o, este a dez minutos do fim, que deixam os "blaugrana" com excelentes perspectivas para a partida do Camp Nou, a disputar dentro de duas semanas.

José Mourinho, treinador do Chelsea
É sempre difícil quando temos menos um jogador e, frente a uma equipa com a categoria do Barcelona, a tarefa torna-se ainda mais complicada. Quando se tem dez jogadores contra 11, tem-se sempre de lutar bastante. Prefiro, no entanto, destacar o quão orgulhoso estou dos meus jogadores e dos adeptos. Temos de ir até Barcelona com um estado de espírito positivo. Não podemos fazer mais nada em relação a esta noite. Temos de ir até lá e jogar contra eles em igualdade numérica.

Frank Rijkaard, técnico do Barcelona
Não fizemos o nosso melhor jogo, o que se pode ter ficado a dever ao estado do relvado e, também, à forma como o Chelsea jogou. Porém, estou satisfeito com o resultado e este foi um passo importante na nossa tentativa de qualificação para os quartos-de-final. Ainda que estranhamente, o golo do Chelsea acabou por nos ajudar. Vi uma mudança de atitude nos meus jogadores e reagimos de forma positiva. O Chelsea é uma grande equipa, pelo que ainda há muito a fazer.