O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Agger reforça Liverpool

O Liverpool, próximo adversário do Benfica na UEFA Champions League, contratou o defesa internacional dinamarquês, Daniel Agger, por cerca de 8,4 milhões de euros.

O Liverpool FC, campeão europeu em título e próximo adversário do Benfica na UEFA Champions League, acordou a transferência do defesa internacional dinamarquês, Daniel Agger, mediante o pagamento ao Brøndby IF de uma verba a rondar os 8,4 milhões de euros.

Não pode jogar frente ao Benfica
O defesa-central, de 21 anos, que já somou quatro internacionalizações, efectuou, na tarde de quarta-feira, após os clubes terem chegado a acordo, testes médicos na equipa detentora da UEFA Champions League. No entanto, Agger não poderá participar na competição, uma vez já ter representado os dinamarqueses na fase de qualificação da prova.

"Defesa inteligente"
"O Daniel é um jogador que já vínhamos seguindo há algum tempo", indicou o treinador do Liverpool, Rafael Benítez. "Estávamos a observá-lo, mas foi então que se lesionou. Quando regressou à forma, observámos o jogo em que voltou à competição e verificámos que ele estava ao nível que exigimos, mesmo tendo apenas jogado 25 minutos. O sentido posicional é muito bom e lê bem o jogo. É claro que há áreas em que ele necessita de melhorar, mas é jovem e nós vamos ajudá-lo. Ele será uma opção para a equipa principal dentro de pouco tempo".

Memorável época de estreia
Agger fez uma memorável época de estreia pelo Brøndby em 2004/05, tendo participado em 26 partidas para o campeonato, que a equipa então dirigida por Michael Laudrup conquistou, título ao qual veio a juntar a Taça da Dinamarca, com um triunfo frente ao FC Midtjylland. Agger cumpriu os quatro jogos efectuados pelo Brøndby para a presente edição da UEFA Champions League, da qual foram eliminados pelo AFC Ajax, depois de terem batido o FC Dinamo Tbilisi. Contudo, no início de Setembro, Agger sofreu uma lesão num joelho que o afastou dos relvados durante os três meses seguintes.