Brøndby de olhos na fase de grupos

A turma dinamarquesa é uma das 12 equipas que vai lutar pela passagem à terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Após ter ganho a Liga dos Campeões como jogador do FC Barcelona, passados já 13 anos, Michael Laudrup vai tentar que o Brøndby IF ultrapasse a segunda pré-eliminatória da competição, numa ronda que tem início esta terça-feira à noite.

Sorteio na sexta
O Brøndby desloca-se ao terreno dos georgianos do FC Dinamo Tbilisi, num dos seis jogos da primeira mão da segunda pré-eliminatória. Laudrup gostaria que a sua equipa conseguisse desde já uma vantagem confortável, para dedicar particular atenção ao sorteio da terceira pré-eliminatória, que irá decorrer na sexta-feira, em Nyon, na Suíça.

Longa ausência
Laudrup fez parte do "Dream Team" do Barcelona que conquistou a prova em 1992, ao bater a UC Sampdoria na final de Wembley, graças a um golo do actual treinador do Benfica, Ronald Koeman, e, desde que assumiu o controlo do Brøndby, em 2002, está empenhado em recolocar o seu antigo clube no caminho do sucesso. A turma dinamarquesa não chega à fase de grupos da Liga dos Campeões desde 1998/99. Nessa altura, não se conseguiu impor num grupo muito difícil, onde pontificavam as duas formações que viriam a jogar a final, o Manchester United FC e o FC Bayern München.

Skoubo em destaque
Laudrup estava apenas há uma semana no comando da equipa quando o Brøndby foi pela última vez afastado da fase de grupos da Liga dos Campeões, às mãos dos vizinhos noruegueses do Rosenborg BK. O Brøndby perdeu por 4-2, no conjunto das duas mãos. Desta feita, o técnico está esperançado num resultado positivo, tanto mais que o avançado Morten Skoubo encontra-se em grande forma. Nas duas primeiras jornadas na época, o jogador de 25 anos marcou três golos, contribuindo para que o Brøndby seja um dos líderes da Superliga dinamarquesa.

Odikadze suspenso
O Dínamo ultrapassou o FC Levadia Tallinn na primeira pré-eliminatória, com 2-1 no conjunto das duas mãos, mas não tem grande currículo na prova. Há duas épocas, perdeu na primeira pré-eliminatória com os albaneses do KF Tirana e, no ano anterior, também havia caído à primeira tentativa, frente ao CSF Zimbru Chisinau. A equipa da Geórgia vai dar tudo no jogo de hoje, apesar de não poder contar com o centrocampista David Odikadze, que se encontra suspenso.

Encontro de escandinavos
Após terem ultrapassado os homólogos bielorrussos do FC Dinamo Minsk, os campeões cipriotas do Anorthosis Famagusta FC vão agora bater-se com os turcos do Trabzonspor, uma equipa que falhou o título nacional por apenas três pontos. A primeira mão vai ser jogada em Chipre. O Vålerenga IF vai receber, na Noruega, o FC Haka, uma equipa finlandesa que brilhou ao afastar, por um golo, o FC Pyunik e que agora vai medir forças com os vice-campeões noruegueses.

Máquinas goleadoras
Todos os olhos estarão postos nos actuais campeões europeus. O Liverpool FC vai jogar com o FBK Kaunas, na Lituânia. Ambos os clubes ultrapassaram a primeira pré-eliminatória com uma vantagem de seis golos no conjunto dos dois jogos, batendo, respectivamente, o Total Network Solutions FC e o HB Tórshavn. Na luta dos goleadores, Steven Gerrard soma cinco tentos, mais dois do que Andrius Velicka, do Kaunas. O inglês terá, certamente, mais probabilidades de aumentar o seu pecúlio.

Ausência de Chertoganov
Nos restantes jogos, o Dynamo Kyiv FC vai iniciar a participação na prova com a recepção ao FC Thun, enquanto o RSC Anderlecht acolhe o PFC Neftchi. A formação do Azerbaijão não vai poder utilizar Olexandr Chertoganov, que viu um cartão vermelho frente ao FH Hafnarfjördur, na segunda mão da primeira pré-eliminatória. Todas estas equipas vão lutar para manter vivo o sonho europeu.