Dudelange faz história

O clube luxemburguês foi o primeiro na história do grão-ducado a conseguir vencer uma eliminatória da principal competição europeia de clubes.

O Dudelange entrou para a história do futebol do Luxemburgo ao vencer uma eliminatória da UEFA Champions League, a primeira vez que um clube daquele pequeno país o consegue em 42 anos de participações na Taça dos Campeões Europeus. A vítima foi o NK Zrinjski, da Bósnia-Herzegovina, goleado, por 4-0, em casa, após prolongamento.

Meia-hora alucinante
O Zrinjski havia ganho no encontro da primeira mão, no Luxemburgo, e poucos acreditariam num desfecho como que se viria a verificar. De facto, a eliminatória esteve na mãos dos bósnios até para além do tempo regulamentar, mas, com dois minutos decorridos no período de descontos, o avançado polaco do Dudelange, Thomas Gruszczynski, facturou, obrigando ao prolongamento. Nos 30 minutos que se seguiram, os luxemburgueses marcaram por Joris Di Gregorio, novamente por Gruszczynski e, finalmente, pelo francês Gaël Hug. O Dudelange recebe, na próxima semana, o SK Rapid Wien, na primeira mão da segunda eliminatória da competição.

Vitória de consolação para o Skonto
O campeão da República da Macedónia, o FK Rabotnicki, segue em frente nesta Liga dos Campeões, ao bater o Skonto FC, da Letónia, por 6-1 no conjunto das duas mãos. Após triunfar por 6-0, em casa, na semana passada, na partida da primeira mão, o Rabotnicki foi perder ao terreno do Skonto, que alcançou uma vitória graças a um tento do médio russo Andrei Pereplyotkin, no último minuto do desafio. O Rabotnicki recebe o FC Lokomotiv Moskva na segunda pré-eliminatória, na próxima semana.

Sheriff impõe a sua lei
O campeão da República da Moldávia, o FC Sheriff, venceu em casa o Sliema Wanderers FC, por 2-0, garantindo a passagem à eliminatória seguinte da prova, com 6-1 no conjunto dos dois jogos. Um apuramento fácil, selado com dois tentos já perto do final da partida da autoria de Razvan Cocis (78 minutos) e de Ben Idrissa Derme (83), a confirmar a superioridade do Sheriff, que havia vencido o Sliema Wanderers em Malta, há uma semana, por 4-1. Os moldavos viajam até Belgrado na próxima semana, para defrontar o FK Partizan e recebem os servo-montenegrinos a 2 ou 3 de Agosto.

Vitória à tangente
O Anorthosis Famagusta FC venceu o FC Dinamo Minsk por 1-0 e passou à segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões, graças a um golo apontado por Constandinos Samaras, quando estavam decorridos 70 minutos de jogo. No encontro da primeira mão, no recinto dos campeões da Bielorrússia, o Anorthosis, detentor do título do Chipre, havia alcançado um empate a uma bola. Nesta segunda mão, a turma cipriota fez valer o facto de jogar perante o seu público, acabando por superiorizar-se. Na próxima semana, o Anorthosis recebe o Trabzonspor na primeira mão da segunda ronda.

Com dez jogadores
O PFC Neftchi garantiu a presença na segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões, onde defrontará o RSC Anderlecht, graças a uma vitória, por 2-1, no terreno do campeão da Islândia, o FH Hafnarfjördur. Após o triunfo por 2-0, na primeira mão, em Baku, o campeão do Azerbaijão teve de suar bastante para bater os islandeses, uma vez que se viu reduzido a dez unidades logo aos 41 minutos de jogo. Contudo, Agil Mammadov marcou para os visitantes aos 51 minutos, dando ao Neftchi uma vantagem preciosa. Allan Borgvardt empatou para os da casa aos 60 minutos, mas a pouco mais de um quarto de hora do final, Nadir Nabiyev fez o segundo tento para os forasteiros. O Neftchi desloca-se à Bélgica na próxima semana para defrontar o Anderlecht.

Triunfo dramático
Senec assistiu a uma emocionante eliminatória da Liga dos Campeões, na qual o campeão da Eslováquia, o FC Artmedia Bratislava, conseguiu uma espectacular reviravolta já no prolongamento, após ter estado praticamente fora da competição. Na primeira mão, no Cazaquistão, o FC Kairat Almaty venceu por 2-0, mas, na Eslováquia, Balázs Borbély e Daniel Tchuř empataram a eliminatória, levando a decisão para prolongamento. Andrej Bogomolov marcou para os visitantes e quase selou o destino da ronda, mas Ján Kozák e Pavol Staňo marcaram e consumaram a reviravolta. O próximo adversário do Artmedia é o Celtic FC, da Escócia.

Haka sofre mas sobrevive
O campeão finlandês, o FC Haka, sofreu bastante para ultrapassar o FC Pyunik, da Arménia. Após a vitória por 1-0 na primeira mão, na Finlândia, o Haka cedo viu a sua vantagem anulada, com um golo do Pyunik logo aos quatro minutos da autoria de Levon Pachajyan. O avançado do Mali, Mamadou Diawara, fez o 2-0 para os da casa aos 30 minutos, mas Jarno Mattila reduziu já perto do intervalo. Na segunda metade, aos 63 minutos, o defesa sul-africano Cheyne Fowler estabeleceu o 2-2 final que garantiu a passagem dos nórdicos. O Haka defronta agora os também escandinavos do Vålerenga.

Segunda eliminatória de qualificação da Liga dos Campeões
Jogos da 1ª mão: 26/27 Julho 2005
Jogos da 2ª mão: 2/3 Agosto 2005
FBK Kaunas (LIT) v Liverpool FC (ENG, detentor do título)
FC Dinamo Tbilisi (GEO) v Brøndby IF (DEN)
FK Partizan (SCG) v FC Sheriff (MDA)
Debreceni VSC (HUN) v HNK Hajduk Split (CRO)
FC Artmedia Bratislava (SVK) v Celtic FC (SCO)
KF Tirana (ALB) v PFC CSKA Sofia (BUL)
RSC Anderlecht (BEL) v PFC Neftchi (AZE)
Vålerenga IF (NOR) v FC Haka (FIN)
FK Rabotnicki v FC Lokomotiv Moskva (RUS)
F91 Dudelange v SK Rapid Wien (AUT)
FC Dynamo Kyiv (UKR) v FC Thun (SUI)
Malmö FF (SWE) v Maccabi Haifa FC (ISR)
Shelbourne FC (IRL) v FC Steaua Bucuresti (ROU)
Anorthosis Famagusta FC (CYP) v Trabzonspor (TUR)

Sorteio da terceira eliminatória de qualificação: na sede da UEFA, em Nyon, pelas 12.00 horas CET (11.00 em Portugal continental), no dia 29 de Julho.
Sorteio da fase de grupos: em Monte Carlo, a 25 de Agosto, pelas 16.00 horas CET (15.00 em Portugal continental)