O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Paris 0-1 Bayern: Golos fora ditam eliminação dos campeões

Um golo de Eric Maxim Choupo-Moting deu esperança aos bávaros, mas são os parisienses a seguir em frente.

Resumo: Paris 0-1 Bayern
Resumo: Paris 0-1 Bayern

INTRO

Como tudo aconteceu, reacções

O jogo em poucas palavras

O espectáculo da primeira mão prosseguiu neste segundo jogo, com as duas equipas a apostarem no ataque sempre que possível. O Paris criou cedo perigo, por Kylian Mbappé e com Neymar a testar por duas vezes Neuer.

O avançado brasileiro acertou, depois, duas vezes nos ferros da baliza contrária no espaço de três minutos, e foi o Bayern que acabou por marcar. Eric Maxim Choupo-Moting aproveitou uma defesa incompleta de Keylor Navas a remate de David Alaba para abrir o activo.

Neymar acertou por duas vezes  nos ferros da baliza do Bayern
Neymar acertou por duas vezes nos ferros da baliza do BayernUEFA via Getty Images


A emoção continuou na segunda parte, com Neymar a não conseguiu tocar para o fundo das redes após passe de Ángel Di María. O Bayern pressionou em busca do golo que lhe valeria o apuramento, mas o Paris resistiu.

Sané atirou ao lado na derradeira ocasião de golo do encontro e os detentores do troféu acabaram mesmo eliminados.

Melhor em Campo: Neymar (Paris)

"Todos os lances de perigo do Paris tiveram origem no seu talento individual. Foi particularmente perigoso no um para um. Um verdadeiro talento."
Patrick Vieira, Observador Técnico da UEFA

Confira os Melhores em Campo de todos os jogos da presente edição da UEFA Champions League.

Neymar festeja com Leandro Paredes
Neymar festeja com Leandro ParedesAFP via Getty Images

Reacções

Mauricio Pochettino, treinador do Paris: "Estivemos muito concentrados. Foi extremamente complicado, mas estou muito feliz porque os meus jogadores mereceram. Ultrapassar esta eliminatória e chegar às meias-finais é um momento fantástico para nós."

Hansi Flick, treinador do Bayern: "Depois da primeira mão, com todas as ocasiões de golo que aí desperdiçámos, não conseguindo fazer o terceiro golo, não era fácil ainda seguirmos em frente. Todos viram o quanto eles são perigosos no ataque. Mas tenho de elogiar a minha equipa, pesar de ter sido o Paris a seguir em frente. Como bom perdedor, tenho de os felicitar."

Neymar, avançado do Paris: "Somos uma verdadeira equipa e estamos todos de parabéns. O mais importante é que nos apurámos. Estamos nas meias-finais e queremos ir ainda mais longe."

Principais estatísticas

• O Paris somou o seu 17º apuramento em 18 eliminatórias em que ganhou fora na primeira mão.

• O Paris ficou em branco pela segunda vez nos últimos 45 jogos na UEFA Champions League – ambas foram frente ao Bayern.

• Este foi o 100º jogo do Bayern em fases a eliminar da UEFA Champions League. É o segundo clube a atingir tal marco, depois do Real Madrid.

• O Bayern marcou sempre pelo menos um golo nos últimos 22 jogos na UEFA Champions League. Não fica em branco desde Fevereiro de 2019, frente ao Liverpool.

• O Bayern alargou para 18 o recorde da maior série de jogos sem perder fora na UEFA Champions League. Não perde fora de portas desde que se viu derrotado por 3-0 numa anterior visita ao Paris, em Setembro de 2017.

Equipas

Paris: Navas; Dagba, Danilo, Kimpembe, Diallo (Bakker 59); Gueye, Paredes; Di María (Herrera 88), Neymar, Draxler (Kean 73); Mbappé

Bayern: Neuer; Pavard, Boateng, Hernández, Davies (Musiala 71); Kimmich, Alaba; Sané, Müller, Coman; Choupo-Moting (Javi Martínez 85)

O que se segue?

O Paris recebe o St-Étienne (a 18 de Abril) e visita o Metz (a 24 de Abril) nos seus próximos jogos na Ligue 1, na tentativa de recuperar os três pontos de desvantagem para o líder LOSC Lille. As meias-finais da UEFA Champions League estão maradas para 27/28 de Abril e 4/5 de Maio.