Antevisão do Valência - Atalanta: onde ver, "onze prováveis", notícias das equipas

O Valência recebe a Atalanta na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League – tudo o que precisa de saber.

O Valência tem uma árdua tarefa pela frente para eliminar a Atalanta
O Valência tem uma árdua tarefa pela frente para eliminar a Atalanta AFP

O Valência recebe a Atalanta na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League a 10 de Março, pelas 20h00 (GMT). Aqui vai ficar a saber as notícias das equipas e declarações dos treinadores.

VALÊNCIA VS ATALANTA: SAIBA TUDO AQUI


Onde ver o jogo na TV

Saiba aqui os detentores dos direitos de transmissão dos jogos da UEFA Champions League.

O que aconteceu na primeira mão?

Resumo: Atalanta 4-1 Valencia
Resumo: Atalanta 4-1 Valencia

Hans Hateboer bisou numa exibição deslumbrante da Atalanta que deixou os italianos em vantagem na eliminatória. Josip Iličić e Remo Freuler também marcaram golos espectaculares, com os estreantes na prova a darem sequência à surpreendente campanha europeia..

"Onzes" prováveis

Valência: Cillessen; Wass, Diakhaby, Coquelin, Gayà; Guedes, Parejo, Kondogbia, Ferran; Rodrigo, Gameiro
De fora: Garay (joelho), Gómez (pé), Piccini (joelho), Gabriel Paulista (suspenso), Manu Valleko (pé), Mangala (tendão da coxa), Jaume Costa (problema muscular)
Em dúvida: Rodrigo (joelho)
Em risco de exclusão: Wass

Atalanta: Gollini; Palomino, Caldara, Djimsiti; Hateboer, De Roon, Freuler, Gosens; Gómez, Iličić; Zapata
De fora: Tolói (lesão muscular)
Em risco de exclusão: De Roon, Djimsiti, Hateboer, Iličić

Últimos resultados

Valência
Forma: VDDED (todas as competições, o mais recente primeiro)
Último jogo: Valência 2-1 Bétis, 29/02
Próximo jogo: Alavés (f), 06/03
Situação: 7º na Liga espanhola

Atalanta
Forma: VVVVEV
Último jogo: Lecce 2-7 Atalanta, 01/03
Próximo jogo: Lázio (c), 07/03
Situação: 4º na Serie A

O que dizem os treinadores

Albert Celades, treinador do Valência: "Preparámo-nos para este jogo o melhor possível. Somos fortes em casa e o resultado da primeira mão não reflecte exactamente o que se passou no jogo. Não penso que seja preciso um milagre para passarmos – nada disso."

Gian Piero Gasperini, treinador da Atalanta: "Claro que resultados como este [vitória por 4-1 na primeira mão] dão-nos confiança. Precisamos de marcar em Valência, bem como estar focados e defender bem. [Temos de continuar a jogar o nosso melhor] – é algo psicológico que estamos a trabalhar, porque parece que relaxamos e assumimos que o trabalho está feito quando não está. Estivemos muito bem na primeira mão, mas não vou festejar nada até terminar a segunda."

Guia de forma

Valência
• O Valência terminou com os mesmos 11 pontos do Chelsea no Grupo H, vencendo o grupo graças ao melhor registo no confronto directo ante o clube inglês (1-0 f, 2-2 c). Somou apenas quatro pontos em casa, perdeu por 3-0 com o Ajax no segundo jogo - a único desaire no grupo - e conseguiu uma reviravolta para bater os franceses do Lille por 4-1, antes de empatar com o Chelsea.

Resumo a quarta jornada: Valência 4-1 Lille
Resumo a quarta jornada: Valência 4-1 Lille

• Quarto na Liga Espanhola em 2018/19, esta é a 12ª presença do Valência na UEFA Champions League. Finalista em 1999/2000 e 2000/01, é a primeira vez que alcança os oitavos-de-final desde 2012/13.

• Há doze meses, os espanhóis terminaram em terceiro lugar, atrás de Juventus e Manchester United, tendo caído para a UEFA Europa League. Aí, afastaram Celtic (3-0 no total), Krasnodar (3-2) e Villarreal (5-1) para chegar às meias-finais, onde foram afastados pelo Arsenal depois de perderem 3-1 em Londres e 4-2 em casa.

• O Valência venceu cinco desafios europeus consecutivos em casa até à derrota com o Arsenal na época passada. Os espanhóis venceram 13 dos últimos 19 jogos das provas da UEFA no Mestalla, perdendo cinco. O empate com o Chelsea no jogo mais recente foi o primeiro em casa em jogos europeus desde o nulo com o Dínamo Kiev na segunda mão dos 16 avos-de-final da UEFA Europa League de 2014/14.

• O registo do Valência em eliminatórias contra clubes italianos é de V2 D4, apesar de ter vencido o duelo mais recente, ao afastar o Internazionale Milano graças aos golos fora nesta fase da UEFA Champions League de 2006/07 (2-2 f, 0-0 c).

• A equipa espanhola foi derrotada em casa (0-2) e fora (0-1) pela Juventus em 2018/19, com a derrota na primeira mão com a Atalanta a aumentar a sua série sem vitórias contra oposição italiana na UEFA Champions League para seis jogos (2E 4D) desde os 2-1 com que derrotou em casa a Roma, em Setembro de 2006. A derrota da temporada passada na visita à Juve aumentou para sete as derrotas nos 12 jogos disputados fora de casa ante emblemas da Serie A (V2 E3).

• Este é o quarto embate nos oitavos-de-final do Valência na UEFA Champions League (V1 D2), sendo que foi batido no último deles, ante o Paris Saint-Germain em 2012/13 (1-2 c, 1-1 f). A eliminação do Inter em 2007 é o seu único triunfo nesta fase da competição, apesar de terem empatado nas duas mãos nessa ocasião, pelo que aguarda ainda a sua primeira vitória numa partida dos oitavos-de-final (E4 D2).

Resumo: Shakhtar 0-3 Atalanta
Resumo: Shakhtar 0-3 Atalanta

• O Valência conseguiu recuperar e seguir em frente em dez das 20 eliminatórias nas competições da UEFA em que perdeu fora na primeira mão, embora tenha sido eliminado na mais recente, frente ao Arsenal, na meia-final da UEFA Europa League da época passada (1-3 f, 2-4 c). Os espanhóis nunca tinham perdido por 4-1 fora de casa na primeira mão e a única vez que recuperaram de uma derrota no primeiro jogo fora por uma margem superior a um golo foi nos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2013/14, quando anularam a desvantagem de 0-3 trazida de Basileia com uma goleada por 5-0 em casa após prolongamento.

• O registo do Valência em quatro desempates por grandes penalidades nas provas da UEFA é de 2V 2D:
5-4 - Arsenal, final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1979/80
4-5 - Bayern, final da UEFA Champions League de 2000/01
5-4 - Celtic, terceira eliminatória da Taça UEFA de 2001/02
3-4 - Steaua Bucareste, 16 avos-de-final da Taça UEFA de 2004/05.

Atalanta 
• A Atalanta conquistou sete pontos na fase de grupos e apurou-se como segunda no Grupo C, a sete do Manchester City e com mais um que o Shakhtar Donetsk. O clube italiano conquistou apenas um ponto nas primeiras quatro jornadas e sofreu as duas maiores derrotas europeias nesta temporada, ao perder 4-0 fora com o Dínamo de Zagreb na partida de estreia, e por 5-1 na visita ao Manchester City, no segundo jogo fora de casa.

• O emblema de Bergamo somou o primeiro ponto ao empatar 1-1 em casa com o City na quarta partida. Depois seguiu-se a primeira vitória na competição, com um triunfo por 2-0 ante o Dínamo, em Milão, e logrou o apuramento para os oitavos-de-final ao ganhar por 3-0 na Ucrânia, ao Shakhtar, na sexta jornada.

Resumo: Shakhtar 0-3 Atalanta
Resumo: Shakhtar 0-3 Atalanta

• A vitória contra o Dínamo encerrou uma série de seis jogos sem vitórias da Atalanta na Europa (E3 D3). Os triunfos no reduto de Shakhtar e na recepção à Valência permitiram atingir as três vitórias seguidas nas provas europeias, a segunda vez que a Atalanta conseguiu tal proeza, depois dos sucessos na fase de qualificação da UEFA Europa League da época passada.

• Antes da primeira jornada, o clube italiano estava invicto em sete partidas nas competições continentais. Perdeu apenas quatro dos últimos 21 jogos europeus (V10 E7).

• Este é o 43º jogo europeu da Atalanta e a sua sétima participação nas competições europeias. Chegou às meias-finais da Taça dos Vencedores das Taças em 1987/88 e aos quartos-de-final da Taça UEFA, três anos depois.

• Terceiro na Série A em 2018/19, o melhor resultado de todos os tempos, e finalista vencido da Taça de Itália, esta é a terceira participação europeia consecutiva da Atalanta. Chegou à fase de grupos da UEFA Europa League em 2017/18, onde foi afastado pelo Borussia Dortmund nos 16 avos-de-final (2-3 f, 1-1 c) e foi batido por 4-3 nos penaltis pelo Copenhaga no play-off da mesma competição, em 2018/19, depois da eliminatória ter terminado sem golos; a Atalanta havia eliminado anteriormente o Sarajevo (10-2 no total) e Hapoel Haifa (6-1).

• A Atalanta perdeu cinco dos seis primeiros desafios europeus fora de casa (1E), mas sofreu apenas quatro derrotas nos 14 jogos disputados depois disso (5V 5E) e apenas três nos últimos dez (4V 3E).

• A Atalanta foi a única equipa a estrear-se na fase de grupos em 2019/20 - foi o décimo clube italiano a figurar e o 141º no total - é um dos dois estreantes nos oitavos-de-final, juntamente com os alemães do RB Leipzig.

• A Atalanta nunca tinha defrontado uma equipa espanhola nas provas da UEFA antes da primeira mão.

• O registo do clube italiano depois de vencer a primeira mão em casa nas competições da UEFA é o 1V 1D. A primeira aventura europeia terminou com a eliminação frente ao Sporting CP na primeira eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1963/64 (2-0 c, 1-3 f, 1-3 no desempate), mas a Atalanta conseguiram a desforra do clube de Lisboa nos quartos-de-final da mesma competição em 1987/88 (2-0 c, 1-1 f).

• O Atalanta nunca disputou um desempate por grandes penalidades nas competições da UEFA.

Ligações e curiosidades

Luis Muriel vai regressar a Espanha com a Atalanta
Luis Muriel vai regressar a Espanha com a AtalantaGetty Images

• Já jogou em Espanha:
Luis Muriel (Granada 2010–11, Sevilha 2017–18)

• Já jogaram em Itália:
Cristiano Piccini (Fiorentina 2010–15, Carrarese 2011/12 (por empréstimo), Spezia 2012/13 (por empréstimo), Livorno 2013/14 (por empréstimo))
Geoffrey Kondogbia (Inter 2015–17)
Alessandro Florenzi (Roma 2002–20, Crotone 2011/12 (por empréstimo))

• O registo de Florenzi frente à Atalanta pela Roma foi de 3V 5E 3D. O italiano marcou no empate 3-3 a 27 de Agosto de 2018.

• O primeiro jogo de Kondogbia pelo Inter terminou com um triunfo por 1-0 sobre a Atalanta a 23 de Agosto de 2015.

• Colegas de selecção:
Jasper Cillessen e Marten de Roon, Hans Hateboer (Holanda)
Alessandro Florenzi e Mattia Caldara, Pierluigi Gollini (Itália)

Topo