Factos: Nápoles - Barcelona

Nápoles e Barcelona nunca se enfrentaram, com a equipa italiana a procurar o primeiro apuramento para os quartos-de-final.

Factos: Nápoles - Barcelona
Factos: Nápoles - Barcelona ©AFP/Getty Images

Dois nomes famosos do futebol europeu encontram-se pela primeira vez, quando o Nápoles receber o Barcelona no Stadio San Paolo.

• As equipas podem nunca se ter encontrado no passado, mas ambas possuem muita experiência frente a emblemas do país do adversário - incluindo nesta fase da UEFA Champions League.

• Enquanto o Barça chega a esta fase como vencedor invicto do Grupo F e vitorioso nas últimas 12 presenças nos oitavos-de-final, o Nápoles, também invicto no Grupo E, teve que esperar até a sexta jornada para garantir o apuramento, tendo perdido nas duas ocasiões em que chegou a esta fase da competição.

Resumo da sexta jornada: Nápoles 4-0 Genk
Resumo da sexta jornada: Nápoles 4-0 Genk

Guia de forma
Nápoles
 
• O Nápoles terminou em segundo no Grupo E com 12 pontos, um menos que o Liverpool. Somou sete pontos em Nápoles, a começar com uma vitória por 2-0 sobre o detentor do troféu Liverpool e apurou-se com uma vitória por 4-0 contra o Genk, na sexta jornada, perdendo apenas pontos em casa ao empatar 1-1 com o Salzburgo. Fora de casa, empatou em Genk (0-0) e Liverpool (1-1) averbando apenas um triunfo, por 3-2 em Salzburgo.

• Segundo classificado na Serie A pela segunda temporada consecutiva em 2018/19, esta é a sexta presença do Nápoles na UEFA Champions League - todas nas últimas nove temporadas - e a terceira em que chegou aos oitavos-de-final, depois de 2011/12 e 2016/17.

• Os dois embates anteriores nos oitavos terminaram em derrota contra os futuros vencedores; o Real Madrid venceu o Nápoles por 3-1 em casa e fora em 2016/17 e, cinco anos depois, o Chelsea deu a volta a uma derrota na primeira mão por 3-1 em Nápoles, com um triunfo por 4-1 em casa, após prolongamento.

Veja o Nápoles a derrotar o campeão da Europa Liverpool
Veja o Nápoles a derrotar o campeão da Europa Liverpool

• O Nápoles venceu apenas sete dos últimos 20 jogos na UEFA Champions League, da fase de grupos à final (E6 D7) - todas essas vitórias, tirando o triunfo da terceira jornada desta temporada em Salzburgo, ocorreram no Stadio San Paolo.

• Depois de terminar em terceiro lugar, atrás de Paris Saint-Germain e Liverpool, na fase de grupos da última temporada, o Nápoles afastou Zurique (5-1 no total) e Salzburgo (4-3) na UEFA Europa League, sendo eliminado nos quartos-de-final pelo Arsenal, ao perder 2-0 fora e 1-0 em casa.

• Apesar das vitórias desta temporada contra Liverpool e Genk, o Nápoles venceu apenas seis dos últimos 12 jogos em casa na UEFA Champions League, da fase de grupos à final tendo perdido três deles.

• A derrota em 2017 contra o Real Madrid em Nápoles foi o primeiro revés em casa dos italianos ante visitantes espanhóis (V2 E4).

• O Nápoles perdeu as quatro últimas eliminatórias contra emblemas espanhóis: o seu registo total é de V1 D5, com a única vitória a surgir frente ao Valência na primeira eliminatória da Taça UEFA de 1992/93 (5-1 f, 1-0 c).

Resumo da sexta jornada: Inter 1-2 Barcelona
Resumo da sexta jornada: Inter 1-2 Barcelona

Barcelona
• O Barcelona terminou com 14 pontos o Grupo F, com mais quatro que o segundo, o Borussia Dortmund. Metade deles surgiram fora de casa, com o clube catalão a empatar 0-0 em Dortmund na primeira jornada, seguindo-se triunfos por 2-1 nas visitas ao Slavia Praha e Internazionale. Em casa, derrotou Inter (2-1) e Dortmund (3-1) somando um 0-0 com o Slavia.

• O golo da vitória de Ansu Fati frente ao Inter na sexta jornada fez dele o goleador mais jovem da história da UEFA Champions League, com 17 anos e 40 dias. Bateu assim o recorde anterior, estabelecido a 1 de Outubro de 1997 por Peter Ofori-Quaye, do Olympiacos (17 anos e 195 dias).

• O Barça apenas venceu seis dos seus últimos 16 jogos fora nas competições europeias (E6 D4).

• O registo dos "blaugrana" fora ante emblemas da Serie A é de V7 E11 D7. Estiveram sem vitórias em oito deslocações a Itália (E5 D3), série iniciada após uma vitória por 3-2 em San Siro ante o AC Milan, na fase de grupos de 2011/12, que precedeu o triunfo da sexta jornada frente ao Inter, no mesmo estádio.

• Campeão da Espanha pela 26ª vez em 2018/19, o seu quarto título em cinco anos, esta é a 24ª participação da Barcelona na UEFA Champions League, um recorde da competição que partilha com o Real Madrid. Atingiu os oitavos-de-final ou melhor nas últimas 16 temporadas, vencendo o seu grupo em todas as épocas a partir de 2007/08. Está invicto nas últimas três presenças na fase de grupos e passou essa fase sem derrotas 13 vezes, máximo da competição.

Resumo: Slavia Praha 1-2 Barcelona
Resumo: Slavia Praha 1-2 Barcelona

• A vitória na sexta jornada foi a 150ª do Barcelona na UEFA Champions League; apenas o Real Madrid atingiu essa marca no passado.

• Em 2018/19, o Barcelona superou o Lyon nos oitavos-de-final (0-0 f, 5-1 c) e o Manchester United nos quartos-de-final (1-0 a, 3-0 h) tendo derrotado o Liverpool em casa na primeira mão das meias-finais por 3-0, mas seria afastado em Anfield pelo clube inglês, que venceu com uns incríveis 4-0.

• O Barcelona tem estado sempre nos oitavos-de-final a partir de 2004/05, vencendo 13 dos 15 embates. Os espanhóis perderam dois dos três primeiros, o último deles contra o Liverpool, em 2006/07, mas venceram 12 seguintes.

• O registo do Barcelona em eliminatórias frente a equipas italianas é de V8 D5. Perdeu as duas últimas, ambas nos quartos-de-final da UEFA Champions League, contra Juventus em 2016/17 (0-3 f, 0-0 c) e Roma na época seguinte (4-1 c, 0-3 f).

• O Barcelona perdeu apenas dois dos seus últimos 29 jogos na UEFA Champions League (V18 E9).

• A vitória da última temporada na casa do Manchester United é o único triunfo do Barcelona em oito jogos fora nas rondas a eliminar da UEFA Champions League (E2 D5) desde a vitória por 2-0 em Londres, sobre o Arsenal, nos oitavos-de-final de 2015/16. As vitórias frente a United e Arsenal são as únicas nos últimos dez jogos de fases eliminatórias, somando seis derrotas.

• O Barcelona já foi cinco vezes campeão da Europa, a última delas em 2015.

Resumo: Nápoles 1-1 Salzburg
Resumo: Nápoles 1-1 Salzburg

Prémio oficial para o Melhor em Campo da UEFA Champions League lançado
A UEFA vai passar a entregar um prémio oficial de Melhor em Campo após cada jogo da fase a eliminar da UEFA Champions League para reconhecer os melhores desempenhos dos jogadores na principal competição europeia de clubes. A partir dos oitavos-de-final, os Observadores Técnicos da UEFA em cada partida da UEFA Champions League decidirão quem merece a distinção para o Melhor em Campo, com um prémio oficial a ser entregue aos jogadores depois do final do encontro, em reconhecimento do seu papel em momentos decisivos, maturidade táctica, criatividade e inspiração, habilidade excepcional e "fair play".

Topo