O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Futebol português de luto por Fernando Gomes

O antigo internacional português Fernando Gomes faleceu aos 66 anos, tendo tido uma carreira brilhante na qual se sagrou duas vezes o melhor marcador na Europa.

Fernando Gomes sagrou-se duas vezes o melhor marcador europeu
Fernando Gomes sagrou-se duas vezes o melhor marcador europeu Getty Images

O antigo avançado Fernando Gomes, faleceu este sábado aos 66 anos. "É com enorme tristeza e consternação que o Futebol Clube do Porto anuncia o desaparecimento de um dos nomes incontornáveis da sua história. Fernando Gomes, Bibota de Ouro e maior goleador de azul e branco, faleceu este sábado aos 66 anos vítima de doença prolongada», escreve o FC Porto numa nota de pesar.

Gomes estreou-se na equipa principal dos "dragões" aos 17 anos e, com apenas 20, sagrou-se melhor marcador da Liga portuguesa pela primeira de seis vezes. Cinco vezes campeão nacional, vencedor da Taça dos Campeões Europeus, conquistou ainda três Taças de Portugal, outras tantas Supertaças Cândido de Oliveira e uma Supertaça Europeia.

Distinguido com duas Botas de Ouro que o coroaram como o melhor marcador da Europa em 1983 e 1985, ostentou o número 9 e a braçadeira dos portistas nas décadas de 70 e 80. Terminou a carreira no Sporting, onde fez um total de 79 jogos e marcou 38 golos nas épocas 1989/90 e 1990/91. Somou ainda 47 internacionalizações por Portugal, tendo apontado 13 golos, com nota para a participação no UEFA EURO 1984, prova na qual Portugal chegou até às meias-finais.

O Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, deixou uma mensagem de condolências:

"É com profunda tristeza que lamento o desaparecimento de Fernando Gomes, antigo futebolista internacional e referência incontornável do FC Porto.

Gomes foi ao longo do seu trajecto de jogador sinónimo de elegância, classe e golos. Fez do golo o seu alimento sendo consagrado rei da europa por duas vezes, conquistando duas Botas de Ouro em 1983 e 1985.

Campeão europeu e do mundo em representação do FC Porto - o seu clube de coração - Gomes terminou a sua carreira de jogador no Sporting sempre com o mesmo faro pelo golo.

Representou sempre com enorme brio a Seleção Nacional por 47 vezes, marcando 13 golos, estando presente no regresso de Portugal aos grandes palcos internacionais em França, no Europeu de 1984, e no México, no Mundial de 1986.

Deixou-nos hoje, demasiado cedo, depois de ter enfrentado com coragem e grande dignidade a doença que acabaria por o vitimar.

Deixa à sua família um legado de seriedade, honradez e determinação na forma como preencheu a sua vida.

Aos familiares e amigos deixo uma palavra do conforto possível.

Ao FC Porto e a todos os seus adeptos endereço uma mensagem de solidariedade."