Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Grupo A promete emoções

"A diversão está prestes a terminar", disse o treinador da Região de Zlín, Petr Zapletal, na conferência de imprensa que serviu para apresentar o Grupo A, onde também está a anfitriã Braga.

Serhiy Bakun, Dito, Wolfgang Kopp e Petr Zapletal posam para a fotografia dos treinadore do Grupo A
Serhiy Bakun, Dito, Wolfgang Kopp e Petr Zapletal posam para a fotografia dos treinadore do Grupo A ©Sportsfile

Apesar de o calor, o sol e a praia serem normalmente sinónimo de férias e diversão, os treinadores das equipas presentes no Grupo A da Taça das Regiões da UEFA estão cientes que apenas a concentração máxima e o trabalho árduo poderão conduzi-los à glória final.

A Região de Zlín, proveniente da República Checa, dificilmente poderia pedir uma estreia mais exigente na competição que tem lugar no Minho, já que terá esta terça-feira pela frente os anfitriões de Braga no Estádio Cidade de Barcelos. A formação checa tentou abstrair-se da tensão inerente ao seu primeiro jogo na prova com um passeio na praia em Ofir, local onde todas as equipas estão instaladas, mas o treinador Petr Zapletal sabe bem aquilo que espera os seus comandados. "Estamos a gostar muito de estar aqui, mas o divertimento está prestes a terminar," afirmou. "A partir de agora é a doer."

A principal competição para amadores organizada pela UEFA celebra o futebol em si e não a componente financeira adjacente à vertente profissional da modalidade, mas isso não implica uma abordagem menos séria à prova. Dito, que tem a responsabilidade de orientar a equipa de Braga, não é nenhum estranho à pressão - ou não tivesse sido internacional por Portugal em 17 ocasiões -, com o antigo defesa-central do Braga e do Benfica a esperar que a sua equipa consiga estar à altura dos acontecimentos.

"As expectativas para um torneio como este são sempre elevadas e sentimos que temos alguma responsabilidade adicional por estarmos a jogar em casa," disse Dito. "Ao contrário do que a maior parte das pessoas pensa, eu entendo que jogar perante os nossos adeptos pode ser uma desvantagem, devido à pressão colocada sobre os meus jogadores." Apesar disso, o treinador de 49 anos de idade acrescentou: "Estamos aqui para vencer o torneio."

O treinador da equipa do Württembergischer FV que acolheu a fase final de 2003, Wolfgang Kopp, percebe perfeitamente o ponto de vista defendido por Dito, já que a sua formação foi eliminada na fase de grupos disputada na Alemanha. Esse peso não estará, contudo, sobre os ombros dos jogadores germânicos nesta ocasião, com o primeiro adversário a dar pelo nome de Yednyst Plysky, da Ucrânia.

"Já estamos muito satisfeitos por poder estar aqui em Portugal e por termos a oportunidade de desfrutar deste fantástico tempo, especialmente porque temos frio e chuva na Alemanha," gracejou. "Queremos fazer boa figura nesta edição da Taça das Regiões, mas acima de tudo temos como principal objectivo representar bem o futebol alemão."

Por fim, a formação representante de Yednyst quer provar mais uma vez todo o seu valor, isto depois de ter ultrapassado oposição de peso a nível nacional e de também ter impressionado na Fase intermédia. O seu técnico, Serhiy Bakun, não podia estar mais satisfeito com a experiência vivida até ao momento. "Esta é uma festa do futebol e espero que isso continue até ao fim da prova. Desejo boa sorte a todos os participantes neste fantástico evento."

Topo