Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Grupo B pleno de ambição

O Leinster & Munster espera causar estragos no Grupo B, enquanto os treinadores de Ankara, Região Sul da Rússia e Belgrado também cobiçam o mais prestigiado prémio amador.

Os treinadores do Grupo B, Gerry Smith, Hames Şentürk, Jovica Milikić e Oleg Sanko
Os treinadores do Grupo B, Gerry Smith, Hames Şentürk, Jovica Milikić e Oleg Sanko ©Sportsfile

"Estamos a tentar convencer os meteorologistas, mas eles não parecem dispostos a ajudar-nos", brincou o treinador do Leinster & Munster, Gerry Smith, depois de a sua equipa ter passado algum tempo a acostumar-se ao calor português com um pequeno jogo informal nas prais de Ofir, durante a manhã. "Esperamos chuva, vento e neve".

Apesar de a atmosfera ser jovial, não existem dúvidas de que a sétima edição da Taça das Regiões da UEFA é assunto sério para cada uma das equipas que integram o Grupo B. "Isto é muito importante para nós porque não estamos aqui apenas para participar; também queremos aprender", revelou o treinador do Ankara, Hames Şentürk. "Mostra-nos como podemos ser mais profissionais no futebol. Também existe um grande interesse na nossa prestação por parte da comunicação social turca e queremos usar isto para melhorar o futebol na Turquia".

Ankara - a única equipa em prova a ter passado pela fase preliminar e intermédia – terá pela frente na jornada inaugural do Grupo B a experiente formação do Leinster & Munster. É a quarta vez que uma equipa irlandesa se apura para a fase final, mas o conjunto da capital turca espera que a sua longa campanha na competição em 2011 possa ser uma vantagem.

"Essa é sem dúvida uma grande vantagem para nós", admitiu Şentürk. "Esta equipa joga junta há muito tempo e se calhar os jogadores conhecem-se melhor do que nas outras equipas".

A equipa de Şentürk não descurou a preparação para a sua primeira presença na fase final – um estágio de 25 dias em Ankara e mais três em Istambul - , algo que não passou despercebido a Smith, treinador do Leinster & Munster. "Mostra o nível de profissionalismo e o entusiasmo que jogadores amadores colocam na tentativa de vencerem a Taça das Regiões", disse. "É uma ideia fantástica e inovadora da UEFA e espero que continue. Os padrões de qualidade estão cada vez mais elevados e melhores a cada ano que passa".

E certamente existem várias equipas a quem não falta confiança para arrecadarem o troféu no dia 28 de Junho. O treinador da Região Sul da Rússia, Oleg Sanko, é um deles: "Acreditamos que todas as equipas têm objectivos ambiciosos no torneio e como é óbvio gostaríamos de chegar ao mais alto nível e vencer a Taça das Regiões".

Esse é um objectivo partilhado pelo treinador do Belgrado, Jovica Milikić, que assumiu o cargo deixado vago por Vladeta Tomić para esta fase final. "Espero bons jogos, bom futebol e se possível que consigamos vencer o torneio aqui em Portugal", afirmou.

Topo