Braga no sétimo céu

Dito não poupou elogios aos seus jogadores de Braga após os anfitriões se terem apurado para a final no Grupo A, enquanto o treinador do Württemberg lamentou a expulsão do seu jogador.

José Ferreira (à esquerda) e Pedro Nobre festejam um golo frente ao Württemberg
©FPF

Dito, treinador da equipa de Braga, não poupou elogios aos seus jogadores, após os anfitriões terem garantido o apuramento para a final da Taça das Regiões da UEFA com um registo 100 por cento vitorioso no Grupo A. Wolfgang Kopp, técnico do Württemberg FV, mostrou-se conformado com o afastamento da sua formação, tendo apontado a expulsão de Patrick Krätschmer como o momento mais marcante da partida disputada no Estádio Cruz do Reguengo, em Vila Verde.

Württembergischer FV 1-3 Braga 

Dito, treinador de Braga
Tínhamos visionado os dois jogos anteriores do Württemberg e sabíamos que eram uma equipa muito paciente e capaz de manter a calma em qualquer situação de jogo. Tentámos fazer face a isso mesmo através de um bom posicionamento em campo e fomos bem sucedidos. Decidimos utilizar três jogadores velozes e muito móveis na frente de ataque em vez de alinharmos com o tradicional ponta-de-lança, uma vez que estávamos cientes que a defesa do Württemberg é muito lenta. Os nossos dois primeiros golos nasceram de jogadas que tínhamos treinado no dia anterior. Os meus jogadores merecem todo o crédito por esta vitória e o consequente apuramento para a final. O nosso percurso tem sido brilhante desde a Fase intermédia.

Wolfgang Kopp, treinador do Württemberg
Parabéns ao Braga, porque mereceram este triunfo a presença na final da competição. As duas equipas começaram muito bem a partida, mas nós não tivemos a sorte do nosso lado e eles acabaram por conseguir marcar primeiro. Não fomos capazes de os colocar sob pressão depois de estarmos em desvantagem no marcador, mas penso que o momento decisivo do encontro foi a expulsão do nosso jogador. Isso impediu-nos de colocar em prática a estratégia que tínhamos para o jogo. Não nos conseguimos apurar para a final, mas não acho que isso represente um fracasso da minha equipa.

Topo