Aveiro brilha na chuva

A equipa amadora de Aveiro garantiu a presença na fase final da Taça das Regiões ao vencer formações oriundas da Estónia, Suécia e Holanda, no Grupo 2.

A equipa amadora da região de Aveiro garantiu a passagem à fase final da Taça das Regiões, depois de vencer as congéneres da Estónia, Suécia e Holanda no Grupo 2 do mini-torneio.

Filosofia simples
A turma portuguesa venceu os três jogos, disputados na Holanda, e tornou-se na primeira equipa a ganhar fora de casa uma das rondas intermédias deste mini-torneio. "Viemos aqui para ganhar, mas o mais importante era participar e jogar de forma correcta", afirmou José Sá, treinador da equipa de Aveiro e professor de educação física. "O futebol é um desporto simples, porquê complicá-lo?", questionou.

Vitória ao cair do pano
Aveiro entrou com tudo no primeiro dia de competição, vencendo em Noordwijk a equipa da casa, a District West, por 2-1. Apesar de alguma pressão da equipa holandesa, Jonathan Ribeiro inaugurou o marcador para os aveirenses, através de uma grande penalidade apontada aos 16 minutos, mas um autogolo de Samer Batista deixou tudo empatado. Contudo, no período de descontos da segunda parte, Júlio Pinho garantiu o triunfo aos lusitanos.

Vantagem nas alturas
Sá admitiu que a qualidade da equipa holandesa o obrigou a alterar por completo a táctica do jogo, intimidado pela elevada estatura do ponta-de-lança Donovan Mijnals. "Mal vi a altura dos nossos adversários, principalmente do número 9 [Mijnals], ainda no hotel, percebi que ia ser difícil", revelou o treinador.

Liderança confortável
Após o empate a zero entre o East Estonia e os suecos do Värmland, no outro jogo do primeiro dia, jogado debaixo de intensa chuva, a formação de Aveiro sabia que uma vitória sobre a equipa nórdica na segunda jornada a colocaria confortavelmente na liderança. Pinho abriu o activo estavam decorridos 36 minutos e, aos 64, Nélson Rato fez o 2-0 final.

Apuramento garantido
Michael Thé apontou o único golo da vitória dos holandeses do District West sobre a persistente formação da Estónia no outro encontro da segunda jornada, em Uithoorn. Este resultado significou que os jogadores de Aveiro garantiram desde logo o apuramento, uma vez que tinham vantagem sobre a equipa holandesa no confronto directo. No entanto, fizeram questão de confirmar a sua superioridade no grupo ao vencerem os estonianos por 3-1, num jogo onde até começaram a perder.

Jogo da consagração
Lauri Ellram colocou os homens do Leste europeu em vantagem, aos dez minutos, mas os aveirenses conseguiram a igualdade ainda antes do intervalo, graças a um golo de José Bastos. Bastos bisou aos 13 minutos da segunda parte e colocou a formação nortenha na liderança do marcador, tendo pouco depois André Cardoso fechado a contagem.

Muita chuva
Entretanto, o District West confirmou o segundo lugar no agrupamento com uma vitória por 2-1 sobre o Värmland. Daniel De Cruz marcou primeiro para os holandeses, mas Pontus Olsson restabeleceu a igualdade no início do segundo tempo. Aos 65 minutos, na conversão de uma grande penalidade, Thé marcou o seu segundo golo no torneio e garantiu o triunfo dos holandeses, pondo um ponto final num torneio que se revelou um enorme sucesso, apesar da muita chuva.

Topo