Croácia apostada em impressionar

Jim Boyce, primeiro vice-presidente do Comité da UEFA para o Futebol Jovem e Amador, constatou a excelente organização e o enorme entusiasmo dos organizadores croatas da 6ª Taça das Regiões da UEFA.

Jim Boyce destacou a qualidade da organização da Federação Croata de Futebol
©UEFA.com

Depois de assistir pessoalmente à excelente organização do sorteio da fase final e ao enorme entusiasmo do país organizador, Jim Boyce, primeiro vice-presidente do Comité da UEFA para o Futebol Jovem e Amador, está convencido que a 6ª Taça das Regiões da UEFA, que vai decorrer em Zabreg, na Croácia, será um grande sucesso.

Organização impressionante

"Estive a participar no sorteio da Taça da Regiões", explicou Boyce ao uefa.com durante o Campeonato da Europa de Sub-17, que decorreu no mês passado, na Alemanha. "Considero que todos os que visitarem a Croácia irão ficar muito impressionados com a organização do torneio. O sorteio decorreu de uma forma irrepreensível".

Esforço croata

A principal competição de futebol amador da Europa arranca na próxima segunda-feira, com o país organizador a ser representado pelo Center Zagreb AMA, e Boyce considera que os esforços da Federação Croata de Futebol (HNS) vão tornar inesquecível esta edição da Taça das Regiões. "Todos estão muito satisfeitos com os relvados que tive oportunidade de observar e considero que a organização vai dar o máximo para todas as pessoas que estiverem na Croácia possam regressar a casa com boas recordações", continuou Boyce. "É muito positivo que um país como a Croácia possa organizar a Taça das Regiões e eles estão à espera de muitos adeptos".

Sonho dos jogadores

O presidente da HNS, Vlatko Markovic, explicou no programa oficial que é "uma grande honra e um enorme prazer" acolher esta fase final. Boyce também destacou o carácter único desta competição. "Já afirmei diversas vezes que a Taça das Regiões é uma enorme inovação criada pela UEFA", explicou Boyce. "É para todos os jogadores que nunca sonharam que teriam a oportunidade de participar numa competição europeia. Para eles é como concretizar o sonho de estar num Mundial. Os jogadores que este ano vão estar na Croácia terão oportunidade de viver uma experiência única".

Topo