O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Benfica exulta com 35º e terceiro título seguido

"No fim, ganhou a melhor equipa", explicou Rui Vitória radiante após conduzir o Benfica ao seu 35º e terceiro título consecutivo na Liga portuguesa ao bater o Nacional por 4-1 com bis de Nicolás Gaitán.

Benfica tricampeão ©AFP/Getty Images

O Benfica não acusou a pressão na derradeira jornada da Liga portuguesa e venceu o Nacional, por 4-1, somando o terceiro campeonato seguido, o 35º no seu ilustre historial.

O emblema lisboeta partiu para o último jogo com dois pontos de vantagem em relação ao Sporting, segundo classificado, e a precisar de vencer para depender apenas de si, cumprindo com distinção esse objectivo. No entanto, foi o Sporting o primeiro a marcar na tarde de domingo, por intermédio de Teófilo Gutiérrez, logo aos 20 minutos do desafio com o Braga, mas o Benfica respondeu apenas três minutos volvidos, por Nicolás Gaitán.

No fim de contas, os rivais lisboetas alcançaram triunfos confortáveis, os "leões" vencendo por 4-0 e o Benfica por 4-1, depois de conceder o tento de honra do Nacional, já nos descontos. Jonas fez o 2-0 e aumentou a sua conta pessoal para 32 golos em 34 jogos de campeonato, enquanto Gaitán bisou e Pizzi fechou a contagem "encarnada", a seis minutos do fim.

Rui Vitória desfruta do triunfo do Benfica
Rui Vitória desfruta do triunfo do Benfica©AFP/Getty Images

O resultado significa que o Benfica conseguiu o seu primeiro tricampeonato desde 1976/77. Os pupilos de Rui Vitória também estabeleceram um novo recorde de pontos numa edição a 18 equipas, somando 88 rumo à revalidação do título, ao mesmo tempo que garantiram uma vaga na próxima edição da fase de grupos da UEFA Champions League. "Quero partilhar esta imensa alegria com os jogadores, o presidente e o resto da equipa técnica", comentou o treinador após o apito final. "Quero abraçá-los todos".

Vitória assumiu o comando técnico das "águias" no Verão passado, sucedendo a Jorge Jesus, que saiu para o Sporting, e estava entusiasmado por reflectir sobre uma bem sucedida campanha de estreia. "Outros podem dizer que são os melhores, que praticaram o futebol mais atractivo, mas no fim ganhou a melhor equipa. Ponto final. Estivemos envolvidos em várias competições e soubemos sempre o que fazer em cada jogo, por forma a honrar o clube. Merecemos por completo ganhar o campeonato".