O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Hazard, o Messi do Lille

Com mais um centímetro que Lionel Messi, o médio do Lille, Eden Hazard, é um jogador que ganha jogos sozinho, com o seu capitão Rio Mavuba a afirmar: "Ele é um excelente jogador com um talento incrível".

Eden Hazard escapa a um desarme num encontro da Ligue 1
Eden Hazard escapa a um desarme num encontro da Ligue 1 ©Getty Images

Nome: Eden Hazard
Clube:
LOSC Lille Métropole
Estreia: 24/11/07 v AS Nancy-Lorraine (Ligue 1)
Posição: médio-ofensivo
Nacionalidade: Belga
Data de nascimento: 07/01/91

Com 1,70m, um centímetro mais que Lionel Messi, Hazard é um jogador muto rápido, com a capacidade de decidir jogos com um remate ou um passe. Descoberto pelo AFC Tubize, chegou à academia do Lille em 2005 e à primeira equipa no final de 2007, assegurando a titularidade na formação treinada por Rudi Garcia na época seguinte.

Depois de marcar quatro golos em 30 jogos do campeonato em 2008/09, foi eleito jogador jovem do ano da Ligue 1 e esta temporada já atingiu essa marca, naquela que é a sua segunda época ao mais alto nível, o que lhe valeu também o prolongamento do contrato até 2014. Foi com livre directo seu que o Lille bateu em casa o Liverpool FC, por 1-0, em partida dos 16 avos-de-final da UEFA Europa League, mas uma forte arrancada que culminou num excelente golo ante o Genoa CFC, na fase de grupos, é o melhor cartão de visita deste talento que já conta com dez internacionalizações pela Bélgica. Outro nome a reter é o do irmão mais novo de Eden, Thorgan, de 16 anos, que milita nos rivais do Lille, o RC Lens.

Primeira grande exibição:
Lille 3-2 Olympique Lyonnais
04/03/09, Taça de França
 
Hazard foi a estrela do encontro, ao fabricar o primeiro e terceiro tentos – da autoria de Michel Bastos e Nicolas Fauvergue, respectivamente – e a marcar o segundo, numa partida em que o Lille afastou o titular do troféu.

O que ele diz: 
"Foi um livre de longe. Por norma é o Yohan [Cabaye] ou o Ludovic [Obraniak] quem marca, mas eles não estavam e o treinador disse: 'Deixem o Eden marcar'. Eu bati a bola, ninguém lhe tocou e ela entrou, o que foi muito bom para a equipa. Estou numa boa fase neste momento. Sinto-me bem. Espero que a minha boa forma continue e que o Lille continue a ganhar".
Depois de marcar ao Liverpool a 11 de Março

"Foi algo estranho estar em campo. Estou habituado a vê-los jogar pela televisão".
Depois de se ter estreado pela selecção belga contra o Luxemburgo, com apenas 17 anos e 316 dias.

"O meu estilo? Primeiro que tudo sou um jogador que sabe jogar com os colegas. Às vezes também gosto de passar por um ou dois de vez em quando, mas nem sempre levo a melhor".
Sobre o seu prazer em correr riscos.

O que eles dizem:
"Ele pode melhorar. Tem capacidade para tal. Quando está no seu melhor, Hazard pode fazer grandes coisas. Ele tem rapidez e força, mas ainda não atingiu o seu máximo".
Seleccionador belga Dick Advocaat depois do jogo particular ante a Bélgica, a 3 de Março

"É importante para nós termos jogadores que vêm da nossa academia, mas tenham calma com ele. Isso é importante para ele manter os pés assentes no chão".
Rudi Garcia, treinador do Lille

"Tecnicamente é capaz de qualquer coisa, mas onde faz a diferença é na rapidez de execução. A velocidade é a diferença entre um bom e um excelente jogador".
Pascal Planque, antigo atleta do Lille e seu actual treinador adjunto

"O Eden está a trabalhar muito bem. Com a lesão do Gervinho é ele o jogador que define todos os nossos movimentos atacantes. Já é um futebolista importante, mas agora está a acrescentar golos ao seu jogo. Eden está a dar muito à equipa. Ele sabe que é um excelente jogador, com muito talento, mas é muito bom que ele apareça nos grandes jogos".
Rio Mavuba, capitão do Lille depois da vitória na primeira mão com o Liverpool

"Toda a gente ficou entusiasmada com ele desde o início. Ele é um grande talento, mas também está a fazer um grande esforço para estar à altura das exigências da sua nova vida como profissional".
François Vitau, chefe da prospecção do Lille