Shakhtar quer mais

A conquista da Taça UEFA foi um acontecimento de grande importância para os ucranianos do Shakhtar Donetsk, mas novos desafios se colocam aos comandados de Mircea Lucescu.

Shakhtar volta a contar com Julius Agahowa
Shakhtar volta a contar com Julius Agahowa ©Getty Images

A conquista da Taça UEFA no passado mês de Maio foi um acontecimento de grande importância para o FC Shakhtar Donetsk, mas numa altura em que começa a nova temporada do calendário ucraniano, novos desafios se colocam no horizonte dos comandados por Mircea Lucescu.

Derrota com o Benfica
A formação de Leste realizou estágios de pré-época na Áustria e na Suíça. Na primeira fase, em terras austríacas, derrotou oponentes menos cotados. Mais tarde, após bater o FC Aarau e o FC Basel 1893, viu o BSC Young Boys, Benfica e Zamalek SC serem mais fortes. Com o Le Mans UC 72 não foi além de um empate. Resultados menos positivos, mas que não perturbaram aquela que foi a primeira equipa a dar um troféu europeu ao futebol ucraniano depois da independência do país.

Aposta na continuidade
O Shakhtar não apresenta grandes alterações no plantel desde que bateu o Werder Bremen em Istambul, no passado mês de Maio. Destaque apenas para as contratações do médio Vasyl Kobin, ex-FC Karpaty Lviv, e do avançado nigeriano Julius Aghahowa, que até já tinha representado o clube entre 2000 e 2006. Mais importante, Lucescu conseguiu segurar os seus mais cotados jogadores, incluindo Dmytro Chygrynskiy e Darijo Srna.

Objectivo imediato
"Já discutimos os nossos principais objectivos para a época com os jogadores", explicou Lucescu, que ficará a saber o adversário na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League ainda esta sexta-feira, dia de sorteio. "Primeiro, queremo-nos qualificar para a fase de grupos da UEFA Champions League. Se o conseguirmos, tentaremos realizar uma boa prova. Além disso, é importante começarmos bem na Liga ucraniana. Queremos vencer, para nos assegurar a presença na Champions League. Penso que merecemos a qualificação automática, mas temos de o provar em termos internos".

Início positivo
O Shakhtar não conseguiu garantir o título ucraniano em 2008/09, sendo ultrapassado pelo FC Dynamo Kyiv depois de um mau início de prova. E a equipa não quer cometer o mesmo erro. Para tal, há que começar da melhor forma frente ao FC Kryvbas Kryvyi Rih, já no sábado, no mesmo dia em que o Dínamo recebe o FC Chornomorets Odesa na estreia de Valeri Gazzaev ao leme. Além destes dois jogos, destaque para o FC Metalist Kharkiv, FC Dnipro Dnipropetrovsk, FC Vorskla Poltava e FC Metallurg Donetsk, que esperam surpreender esta temporada.

Topo