Celtic conquista Taça da Liga

O Celtic bateu o Rangers, de Pedro Mendes, numa emocionante final da Taça da Liga escocesa que, após 90 minutos sem golos, só ficou decidida no prolongamento, com os golos de O'Dea e McGeady.

O Celtic comemora o triunfo na Taça da Liga escocesa
O Celtic comemora o triunfo na Taça da Liga escocesa ©Getty Images

O Celtic FC bateu o Rangers FC numa emocionante final da Taça da Liga escocesa. Após 90 minutos sem golos, a partida só ficou decidida no prolongamento, com golos de Darren O'Dea e Aiden McGeady.

Expulsão de Broadfoot
As duas equipas não conseguiram marcar em hora e meia de futebol, até que o defesa O'Dea abriu caminho para o triunfo do Celtic, no início do prolongamento, com o seu primeiro golo em mais de dois anos. O Rangers ficou em inferioridade numérica em período de compensação, quando o defesa-central Kirk Broadfoot foi expulso devido a uma falta sobre McGeady, permitindo ao internacional irlandês estabelecer o resultado final na conversão da grande penalidade. O treinador do Celtic, Gordon Strachan, espera agora que a sua equipa repita o triunfo sobre os eternos rivais, desta vez no campeonato, aumentando a vantagem de três pontos que dispõe na liderança da Premier League escocesa.

Defesa de Boruc
Nenhuma das equipas conseguiu marcar nos 90 minutos regulamentares, com a primeira situação de perigo a pertencer ao Celtic, quando Scott Brown rematou por alto aos 25 minutos. O Rangers só depois conseguiu ameaçar a baliza do Celtic, com Kyle Lafferty a rematar de primeira e a obrigar Artur Boruc a realizar uma defesa soberba. O guarda-redes internacional polaco esteve menos bem no início do segundo tempo, quando tentou atingir Lafferty, antes de evitar mais um golo.

Pedro Mendes adia golo
No outro extremo, Allan McGregor conseguiu defender um livre apontado por Shunsuke Nakamura e o Celtic voltou a ficar perto de marcar num remate de Glenn Loovens, mas o português Pedro Mendes afastou a bola sobre a linha de golo. Por tudo isto não causou surpresa que a equipa de Strachan tenha ganho vantagem no início do prolongamento, com O'Dea a corresponder da melhor forma a mais um livre de Nakamura. Com o Rangers em acentuada quebra física, McGeady estabeleceu o resultado final em 2-0, confirmando o triunfo do Celtic.

Topo