Prémio monetário da UEFA Nations League doado a causas solidárias

O prémio monetário ganho pela Geórgia na UEFA Nations League, pela conquista do Grupo 1 da Liga D, vai reverter para três instituições solidárias, após decisão da selecção e da federação local.

©GFF

A Federação de Futebol da Geórgia (GFF) e a selecção georgiana distribuíram 300.000 lari georgianos (aproximadamente 98.660 euros) de forma igual por três intuições solidárias da Geórgia. O hospício infantil Firefly World, a Monk Andrew Foundation e o Georgia Solidarity Fund.

Estas três organizações vão beneficiar do prémio monetário que a GFF recebeu pela conquista do Grupo D da UEFA Nations League. A GFF decidiu usar parte do dinheiro para pagar prémios aos jogadores, com o restante a ser destinado a causa sociais.

Levan Kobiashvili, presidente da GFF, e os vice-presidentes Kakha Chumburidze e Alexander Iashvili, reuniram-se com representantes do Firefly World e da Monk Andrew Foundation, agradecendo-lhes pelo trabalho realizado e oferecendo-lhes camisolas da seleção georgiana.

"Foi uma decisão conjunta da Federação de Futebol da Geórgia e da seleção georgiana doar para fins solidários o dinheiro dos prémios da UEFA, atribuídos pela vitória no Grupo D da UEFA Nations League".

"Escolhemos três organizações que trabalham na Geórgia há muitos anos, ajudando crianças com cancro. Considero que o principal critério para avaliar as actividades de todas as instituições e da sociedade como um todo é o bem que conseguem fazer em prol dos que mais necessitam", explicou Levan Kobiashvili.

Este artigo foi publicado originalmente no UEFA Direct 184.

Topo