Jonas e André brilham nas vitórias de Benfica e Porto

Jonas, com um bis, e André André, com influência directa num golo e facturando outro, foram vitais nas vitórias de Benfica e Porto, que assim continuam separados por três pontos na luta pelo título.

Jonas atira para o seu segundo golo e do Benfica
Jonas atira para o seu segundo golo e do Benfica ©Getty Images

SL Benfica passa por dificuldades mas vence Estoril Praia, com quem tinha empatado no início do mês, por 2-1.
Com Jonas de regresso ao "onze", após recuperar de lesão, é precisamente o avançado brasileiro a inaugurar o marcador, na marcação de uma grande penalidade (28).
Estorilistas entram muito fortes na etapa complementar e entre os 50 e os 57 minutos criam quatro ocasiões flagrantes: primeiro Kleber, isolado, atira fraco à figura de Ederson (50), depois Licá permite defesa apertada do brasileiro (55) e a seguir Matheus Índio (56) e Ailton (57) acertam nos ferros da baliza.
Empate acaba por surgir com naturalidade, num ataque rápido concluído por Kleber com um remate rasteiro por entre as pernas do No1 do Benfica.
Vantagem é de curta duração, já que aos 65 minutos Jonas, com um remate ao ângulo à entrada da área, faz o 2-1, naquele que é o seu sétimo golo em seis jogos frente ao Estoril.

GD Chaves já tinha vencido o FC Porto esta época, na Taça de Portugal, mas não consegue repetir façanha, perdendo por 2-0.
"Dragões" apresentam-se sem Danilo, lesionado, enquanto André Silva fica no banco de suplentes. Na primeira parte, referência apenas para um remate portentoso de Soares (32) e um livre de Rúben Neves (41), que obrigam António Filipe a defesas atentas.
• No segundo período Porto mostra mais acutilância ofensiva e inaugura o marcador, com Soares mais rápido a reagir à defesa incompleta de António Filipe a remate de André André (52). Aos 72 minutos, é o No2o que factura, com um toque subtil à saída do guardião, selando o resultado final.
• À beira do fim, Maxi Pereira é expulso e falha a deslocação à Madeira, para defrontar o Marítimo.

Boavista FC vence CD Tondela em casa e impede visitantes de deixarem zona de descida. Iuri Medeiros, aos 66 minutos, faz o tento solitário que quebra série de duas vitórias seguidas dos tondelenses, a melhor até ao momento.
CD Nacional perde por 2-0 na recepção ao Rio Ave FC e está em dituação cada vez mais difícil para conseguir a manutenção. Vilacondenses, no sétimo lugar, continuam a manter aspirações europeias graças aos golos de Tarantini (49) e Filip Krovinović (74).
• No duelo de Vitórias no arranque da 31ª jornada, sexta-feira à noite, o Vitória SC venceu por 2-0 em casa do Vitória FC. Hernâni (65) e Raphinha (90) fizeram os golos da sexta vitória consecutiva dos visitantes, que assim consolidam o quarto posto.
Jornada encerra no domingo, com os seguintes jogos: FC Arouca - Moreirense FC, CD Feirense - CS Marítimo, SC Braga - Sporting CP e CF Os Belenenses - FC Paços de Ferreira.

Topo