O "site" oficial do futebol europeu

Campeões com maiores margens de pontos na Europa

Publicado: quarta-feira, 4 de Janeiro de 2017, 10.40CET
O Paris detém o recorde do título conquistado com maior margem pontual nos países europeus, mas Celtic e The New Saints estão em boa posição para superarem esse máximo.
Campeões com maiores margens de pontos na Europa
Zlatan Ibrahimović ergue o troféu da Ligue 1 no final da temporada de 2015/16 ©Getty Images

Especiais UEFA.com

Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Um gigante do futebol
  • UEFA de luto pela morte do Presidente Honorário Lennart Johansson
  • Undiano despede-se na final do Porto
  • Sarri confirmado na Juventus: conheça-o melhor
  • Fase Final da UEFA Nations League: Equipa do Torneio
  • Equipa da Semana na Europa League
  • Grandes recuperações na UEFA Champions League
  • Foto: Gerrard e os heróis do Liverpool em Istambul
  • Equipa da Semana da Europa League
1 de 10
Publicado: quarta-feira, 4 de Janeiro de 2017, 10.40CET

Campeões com maiores margens de pontos na Europa

O Paris detém o recorde do título conquistado com maior margem pontual nos países europeus, mas Celtic e The New Saints estão em boa posição para superarem esse máximo.

Líderes destacados das respectivas Ligas nacionais, Celtic e The New Saints podem muito bem começar a apontar ao recorde de conquista de um título de campeão nacional com a maior margem pontual da história dos campeonatos nacionais das federações membro da UEFA.

O Paris Saint-Germain fixou um novo máximo ao terminar com 31 pontos de avanço na Ligue 1, superando a margem de 29 pontos com a qual o Celtic se sagrou campeão escocês em 2013/14.

A turma de Glasgow, porém, pode estar perto de recuperar o seu recorde. Com 18 jogos ainda por disputar na edição 2016/17 da Liga escocesa, a formação orientada por Brendan Rodgers lidera com 19 pontos de vantagem sobre o seu mais directo perseguidor, o eterno rival Rangers.

Impressionante, mas não tão impressionante como o TNS. Tendo vencido 20 dos 21 jogos que já disputaram esta temporada na Liga do País de Gales, os Saints têm uma vantagem de 21 pontos no topo da tabela. Na passada semana os pupilos de Craig Harrison quebraram o recorde mundial de vitórias consecutivas de uma equipa do escalão principal ao somarem a 27ª vitória seguida no conjunto de todas as provas, superando assim o registo logrado pela mítica equipa do Ajax de 1971/72.

©Getty Images

A festa do Celtic após o título de 2013/14

Títulos conquistados com a maior margem pontual sobre o segundo classificado no escalão principal das Ligas europeias
31 pontos:
Paris Saint-Germain (França, 2015/16)
29: Celtic (Escócia, 2013/14)
28: Olympiacos (Grécia, 2015/16)
28: Dinamo Zagreb (Croácia, 2007/08)
27: Skonto (Letónia, 1997)
26= København (Dinamarca, 2010/11)
26= Barry Town (País de Gales, 1997/98)
25: Bayern (Alemanha, 2012/13)

©Getty Images

Andrew Cole faz a festa com o United em 2000

©Getty Images

Arjen Robben lidera os festejos do Bayern em 2013

©Getty Images

A equipa vencedora do Porto de 2010/11

©Getty Images

Lionel Messi festeja o título de 2012/13 do Barcelona

Títulos conquistados com maior margem pontual sobre o segundo classificado em cada uma das principais Ligas das 54 federações membro da UEFA
Albânia: SK Tirana (1994/95) – 12 pontos*
Andorra: Rànger's (2005/06) – 12
Arménia: Pyunik (2004 and 2006) – 16
Áustria: Sturm Graz (1997/98), Salzburg (2006/07) – 19
Azerbaijão: Qarabağ (2015/16) – 22
Bielorrússia: Shakhtyor Soligorsk (2005) – 13
Bélgica: Club Brugge (1997/98) – 18
Bósnia e Herzegovina: Željezničar (2001/02) – 11
Bulgária: Levski Sofia (1994/95) – 17
Croácia: Dinamo Zagreb (2007/08) – 28
Chipre: Anorthosis (1996/97) – 13
República Checa: Sparta (2000/01) – 16
Dinamarca: København (2010/11) – 26
Inglaterra: Manchester United (1999/2000) – 18
Estónia: Levadia Tallinn (2009) – 21
Ilhas Faroé: B71 (1989) – 9
Finlândia: HJK Helsinki (2011) – 24
França: Paris Saint-Germain (2015/16) – 31
ARJ Macedónia: Vardar (1992/93) – 21
Geórgia: Dinamo Tbilisi (1996/97) – 17
Alemanha: Bayern (2012/13) – 25
Gibraltar: Lincoln (2005/06) – 17
Grécia: Olympiacos (2013/14) – 28
Hungria: Ferencváros (2015/16) - 21
Islândia: FH Hafnarfjördur (2005) – 16
Israel: Maccabi Haifa (2005/06), Maccabi Tel-Aviv (2013/14) – 16
Itália: Internazionale (2006/07) – 22
Cazaquistão: Zhenis Astana (2001) – 9
Letónia: Skonto (1997) – 27
Liechtenstein: no league
Lituânia: Kaunas (2006) – 21
Luxemburgo: Dudelange (2007/08) – 21
Malta: Hibernians (2014/15) – 16
Moldávia: Sheriff (2006/07) – 21
Montenegro: Sutjeska (2012/13) – 5
Holanda: PSV (2000/01 e 2014/15) – 17
Irlanda do Norte: Linfield (1999/00) – 18
Noruega: Rosenborg (1995) – 15
Polónia: Wisła Kraków (1998/99) – 17
Portugal: Porto (2010/11) – 21
República da Irelnda: Bohemians (2008) – 19
Roménia: Steaua (2012/13) – 16
Rússia: Zenit (2011/12) – 13
San Marino: Fateano (1985/86) – 1 (todos os títulos seguintes foram decididos no sistema de "play-off")
Escócia: Celtic (2013/14) – 29
Sérvia: Partizan (2002/03) – 19
Eslováquia: Slovan Bratislava (1994/95) – 20
Eslovénia: Maribor (2011/12) – 20
Espanha: Barcelona (2012/13) – 15
Suécia: Malmö (1949/50) – 15*
Suíça: Basel (2011/12) – 20
Turquia: Galatasaray (1987/88) – 12
Ucrânia: Dynamo Kyiv (1999/2000) – 18
País de Gales: Barry Town (1997/98) – 26

* dois pontos por vitória

Última actualização: 05-01-17 11.46CET

Informação relacionada

Federações membro
Perfis das equipas

https://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=2345786.html#campeoes+maiores+margens+pontos+europa