João Mário cada vez mais preponderante no Sporting

A redacção portuguesa do UEFA.com olha para a carreira de João Mário, acabado de completar 24 anos, e para a cada vez maior influência do médio na equipa do Sporting.

João Mário é uma peça influente na equipa do Sporting
João Mário é uma peça influente na equipa do Sporting ©AFP/Getty Images

João Mário está a ser uma das figuras da Liga portuguesa 2015/16. Acabado de completar 24 anos, o médio lusitano tem sido preponderante na excelente campanha do Sporting na prova, afirmando-se como peça-chave da equipa de Jorge Jesus.

Desde 11 anos no clube “verde-e-branco”, onde chegou vindo do Porto com o seu irmão, Wilson Eduardo, João Mário depressa se afirmou como um dos mais promissores jovens a pontificar na Academia de Alcochete. Foi campeão nacional nos escalões de iniciados e juniores e alinhou em todos os escalões jovens das selecções de Portugal. Marcou presença nas fases finais dos Campeonatos da Europa da UEFA de Sub-17 de 2010, de Sub-19 de 2012 e de Sub-21 de 2015 (vice-campeão), bem como no Campeonato do Mundo de Sub-20 da FIFA de 2013 (vice-campeão).

Estreou-se oficialmente pela equipa principal do Sporting em Dezembro de 2011, num embate da UEFA Europa League com a SS Lazio (derrota por 2-0 na fase de grupos) e na época seguinte foi emprestado ao Vitória FC, onde deu nas vistas com uma série de excelentes exibições que lhe valeram o regresso aos “leões”. Sob o comando de Marco Silva, na época passada, afirmou-se como titular e chegou mesmo à selecção principal de Portugal, pela qual soma já seis internacionalizações, mas é esta temporada, às ordens de Jorge Jesus, que tem confirmado em definitivo toda a sua qualidade, mostrando uma cada vez maior relevância na manobra da equipa.

A criatividade, a entrega e a capacidade técnica e táctica de João Mário têm sido armas importantes para o Sporting de Jorge Jesus
A criatividade, a entrega e a capacidade técnica e táctica de João Mário têm sido armas importantes para o Sporting de Jorge Jesus©AFP/Getty Images

Pelo que tem jogado, pelo que tem feito jogar e pela entrega demonstrada em campo, João Mário tem ditado o tom do futebol de Jesus em Alvalade. Totaliza sete assistências para golo e dois tentos, e a sua polivalência tem sido determinante, possibilitando ao treinador múltiplas soluções. Habituado a fazer várias posições no centro do meio-campo, tanto como recuperador de bolas como enquanto médio mais criativo, tem-se reinventado nas mãos do novo técnico que, com a ausência de André Carrillo, viu nele a capacidade técnica para se tornar num jogador capaz de se movimentar mais para as extremidades do terreno.

“Quero é jogar, independentemente de ser no meio ou na direita. A minha posição natural é ao meio, mas tenho gostado bastante de jogar à direita e tem corrido muito bem”, afirmou João Mário à imprensa. Jorge Jesus explica o porquê desta opção: “É um jogador que está a crescer. Não é um jogador de corredor, mas tem algumas características que lhe permitem actuar aí em termos defensivos e ofensivos. É um jogador com muita qualidade com bola.”

Também Bryan Ruiz, chegado esta época ao clube, se mostra impressionado com o valor do seu novo colega: “João Mário foi o que mais me surpreendeu, entre todos os meus companheiros. Acredito que vai ter um futuro brilhante, tanto no Sporting como na selecção portuguesa. É um jovem muito inteligente.”

Com o Sporting no topo da Liga e ainda em prova na UEFA Europa League, o sucesso dos “leões” nesta segunda metade da temporada dependerá em parte da capacidade de João Mário em manter a excelente forma que tem evidenciado. Para já, as indicações são boas, pois o médio exibiu-se a grande altura no triunfo por 3-1 do passado fim-de-semana no terreno do Paços de Ferreira.

Apesar de ter renovado até 2020 o seu vínculo com o clube no arranque da presente temporada e de afirmar que o seu objectivo é “ajudar a equipa, evoluir, crescer e ganhar títulos com o Sporting”, não tardará certamente a acentuar-se o interesse de outros clubes europeus.

Topo