Época em revista: Itália

Inspirada por Carlos Tévez, a Juventus, finalista da UEFA Champions League, foi dominadora na época de estreia de Massimiliano Allegri à frente da equipa.

A Juventus foi campeã da Serie A nas últimas quatro épocas
A Juventus foi campeã da Serie A nas últimas quatro épocas ©AFP/Getty Images

Campeão: Juventus
"Foi uma época extraordinária", afirmou o treinador Massimiliano Allegri depois de levar a Juventus a conquistar o quarto “scudetto” consecutivo a quatro jornadas do final. "Os rapazes deram o máximo desde o primeiro jogo e fomos superiores do início ao fim do campeonato." Antigo treinador do AC Milan, Allegri mostrou que os cépticos estavam errados depois de substituir Antonio Conte no defeso e estrear-se no comando da Juve, em Julho, com uma derrota por 3-2 num encontro particular com os amadores do ACD Lucento.

Final da Taça: Juventus 2-1 SS Lazio (após prolongamento)
Allegri teve uma época de estreia de sonho no comando da Juventus, incluindo a garantia do empréstimo de Alessandro Matri em Janeiro. O avançado, que já tinha trabalhado com o técnico no Cagliari Calcio e no Milan, não teve muitas oportunidades no regresso à Juve, mas recompensou a confiança de Allegri ao marcar, no prolongamento, o golo que valeu o triunfo sobre a Lázio na final da Taça de Itália. Esta vitória garantiu a terceira “dobradinha” na história do clube de Turim. "Foi o golo mais importante da minha carreira", afirmou Matri.

Lugares europeus*
Juventus - fase de grupos da UEFA Champions League
AS Roma - fase de grupos da UEFA Champions League
SS Lazio – “play-offs” da UEFA Champions League
ACF Fiorentina - fase de grupos da UEFA Europa League
SSC Napoli - fase de grupos da UEFA Europa League
UC Sampdoria - terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League

* Sujeito a confirmação final da UEFA

Veja grandes golos da Juventus
Veja grandes golos da Juventus

Jogador do ano: Carlos Tévez (Juventus
Tévez marcou 20 golos pela Juventus, mas o seu contributo para o sucesso da equipa vai muito para além disso. O internacional argentino é sempre o primeiro a arregaçar as mangas quando é necessário e foi um verdadeiro líder ao longo da época. "Ele percebe exactamente o que é necessário e quando", explicou o capitão da Juve, Gianluigi Buffon. "E depois tem capacidade para o fazer."

É impossível, nesta fase, esquecer Luca Toni que, aos 38 anos, marcou 22 golos pelo Hellas Verona FC e tornou-se no mais velho rei dos goleadores de sempre da Serie A. Terminou a época em igualdade com Mauro Icardi, do FC Internazionale Milano, que é 16 anos mais novo.

Jogador a seguir: Felipe Anderson (SS Lazio)
Icardi não é o único jogador nascido em 1993 que esteve em destaque esta época, Paul Pogba, Paulo Dybala e Felipe Anderson também causaram sensação. O extremo da Lázio talvez tenha sido a maior surpresa do ano. "Esta noite parecia o Cristiano Ronaldo", afirmou após um jogo o treinador da Sampdória, Siniša Mihajlović. "Foi claramente o melhor jogador em campo. Como é que teria lidado com ele? Não tenho dúvidas que lhe tinha dado alguns pontapés, mas para isso precisa de o apanhar." “FA7", como é conhecido entre os adeptos da Lázio, marcou dez golos em 32 jogos no campeonato.

Melhor marcador: Luca Toni (Hellas Verona FC) e Mauro Icardi (FC Internazionale Milano), 22 golos

Despromovidos: Parma FC, AC Cesena, Cagliari Calcio

Promovidos: Carpi FC 1909, Frosinone Calcio, Bologna FC

Topo