O "site" oficial do futebol europeu

Época em revista: França

Publicado: segunda-feira, 1 de Junho de 2015, 10.26CET
Alexandre Lacazette e Nabil Fekir, ambos do Lyon, foram eleitos respectivamente jogador e jovem do ano em França, mas foi o Paris, mais uma vez, a arrecadar todos os troféus.
Época em revista: França
Paris celebra durante a vitória na final da Taça de França ©AFP/Getty Images

Especiais UEFA.com

Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Presidente da UEFA dá palestra na Universidade de Oxford
  • Um gigante do futebol
  • UEFA de luto pela morte do Presidente Honorário Lennart Johansson
  • Undiano despede-se na final do Porto
  • Sarri confirmado na Juventus: conheça-o melhor
  • Fase Final da UEFA Nations League: Equipa do Torneio
  • Equipa da Semana na Europa League
  • Grandes recuperações na UEFA Champions League
  • Foto: Gerrard e os heróis do Liverpool em Istambul
  • Equipa da Semana da Europa League
1 de 10
Publicado: segunda-feira, 1 de Junho de 2015, 10.26CET

Época em revista: França

Alexandre Lacazette e Nabil Fekir, ambos do Lyon, foram eleitos respectivamente jogador e jovem do ano em França, mas foi o Paris, mais uma vez, a arrecadar todos os troféus.

Campeão: Paris Saint-Germain
Duas vezes campeão no início da temporada, o Paris sofreu uma campanha muito mais difícil em comparação com as duas anteriores. Apenas a oito jornadas do fim atingiu a liderança, posição de que não mais saiu. O Olympique de Marseille – orientado pelo recém-chegado à Ligue 1, Marcelo Bielsa – esteve melhor até à pausa de Inverno mas soçobrou no início de 2015 antes de surgir outra revelação.

Poucos acreditariam que seria o Olympique Lyonnais quem mais pressão exerceria sobre o Paris, sem estrelas e com uma equipa feita na sua maioria com o produto dos seus escalões de formação, ainda assim o treinador Hubert Fournier logrou o regresso do clube à UEFA Champions League, embora não tenha conseguido chegar ao título. “O Lyon provou ser difícil de derrotar”, disse o treinador do Paris, Laurent Blanc. “Tivemos que lutar muito, mas conseguimos”. Ao fazê-lo, o Paris juntou-se ao Lyon, Marselha e AS Saint-Étienne, os clubes que anteriormente ganharam três títulos consecutivos em França.

Final da Taça: AJ Auxerre 0-1 Paris Saint-Germain
Um golo de Edinson Cavani, aos 65 minutos, decidiu a última final do calendário nacional, assegurando um triunfo pela margem mínima sobre o Auxerre, da segunda divisão. O triunfo completou o triplete para a equipa de Blanc, que também havia vencido a Taça da Liga de França. Antes do meio da segunda parte, Cavani acorreu ao cruzamento de Gregory van der Wiel, fazendo de cabeça a bola entrar sob o travessão para lograr a vitória. O clube da capital soma agora nove triunfos na competição, um a menos que o recorde de dez do Marselha. “Queríamos esta taça e estamos muito orgulhosos por tê-lo conseguido”, disse Blanc. 

Lugares europeus*:
Paris Saint-Germain – fase de grupos da UEFA Champions League
Olympique Lyonnais – fase de grupos UEFA Champions League
AS Monaco FC – terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League
Olympique de Marseille – fase de grupos da UEFA Europa League
AS Saint-Étienne – terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League
FC Girondins de Bordeaux – terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League

*sujeito a confirmação pela UEFA

Jogador do ano: Alexandre Lacazette (Olympique Lyonnais)
O avançado do Lyon contribuiu com 27 golos em 33 partidas na liga para negar o terceiro sucesso consecutivo de Zlatan Ibrahimović na eleição do jogador do ano. O jogador de 23 anos fixou também um novo recorde de mais golos marcados por um futebolista do Lyon numa só época, batendo os máximos de André Guy (25 golos em 1968/69) e Bernard Lacombe (24 em 1977/78).

Jogador a seguir: Nabil Fekir (Olympique Lyonnais)
O arquitecto entre o grupo de jovens dos “Gones” que ameaçou o milionário Paris, Fekir, de 21 anos, recebeu o apelido de Messi francês, graças à qualidade do seu drible. Fez também 13 golos e nove assistências na liga, na sua maioria para Lacazette. Foi ainda internacional francês pela primeira vez, uma bênção para os franceses já que também podia representar a Argélia.

Melhor marcador: Alexandre Lacazette (Olympique Lyonnais)

Despromovidos: FC Metz, RC Lens, Évian Thonon Gaillard FC

Promovidos: SCO Angers, Gazelec Ajaccio, ES Troyes AC

Última actualização: 01-06-15 12.51CET

Informação relacionada

Federações membro
Perfis das equipas

https://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=2253189.html#epoca+revista+franca