Cherno More ganha taça

Reduzido a dez na primeira parte e em desvantagem à entrada para a compensação, o Cherno More bateu o Levski de forma emocionante e ergueu a Taça da Bulgária.

Acção da final entre Levski e Cherno More
Acção da final entre Levski e Cherno More ©Meridian Match

O PFC Cherno More Varna conquistou o seu primeiro título graças a um triunfo emocionante sobre o PFC Levski Sofia, por 2-1, na final da Taça da Bulgária, decidida no prolongamento.

O Cherno More, que jogou com dez elementos durante mais de 80 minutos, estava a perder à entrada para o tempo de compensação. No entanto Bacari empatou e levou o jogo para prolongamento, onde Mathias Coureur apontou o tento decisivo e evitou a decisão nas grandes penalidades.

O Levski dominou grande parte do primeiro tempo, estando perto de marcar por intermédio de Antonio Añete e Luís Pedro, com a tarefa do Cherno More a ficar mais complicada por culpa da expulsão de Sténio, a sete minutos do intervalo. Depois, Añete desperdiçou mais uma óptima oportunidade, mas finalmente colocou o Levski em vantagem, aos 72 minutos, aproveitando o remate incompleto de Roman Procházka para facturar à boca da baliza.

No entanto, o Cherno More não se deixou abalar e fez o empate no segundo minuto dos descontos, com um remate de Bacari. A vantagem numérica do Levski significa que dominou a posse de bola a partir desse momento, mas não foi capaz de a materializar em novo golo.

Ao invés, e com o desempate por penalties a parecer o desfecho mais provável, Coureur arrancou pela esquerda, manteve a calma dentro da área e tranquilamente atirou para o fundo das redes, garantindo uma vitória sensacional para o clube do Mar Negro, finalista vencido em 2006 e 2008.

Topo