Astana celebra primeiro título da história

"Estivemos unidos desde o princípio - é assim que se ganham títulos," disse Tanat Nuserbayev, capitão do Astana, após a sua equipa se sagrar campeã da Premier League do Cazaquistão, pela primeira vez.

O Astana comemora o primeiro título no Cazaquistão
O Astana comemora o primeiro título no Cazaquistão ©Vladimir Shapovalov

O FC Astana sagrou-se campeão do Cazaquistão pela primeira vez na sua história. Os comandados de Stanimir Stoilov celebraram o título ao vencerem o FC Kaysar Kyzylorda por 3-0, já depois da derrota do segundo classificado FC Kairat Almaty.

Didar Zhulmukan, jogador de 18 anos do FC Aktobe, foi o marcador do golo solitário que deu a vitória frente ao Kairat, que partiu para este jogo (o penúltimo da temporada) um ponto atrás do FC Astana. Os golos de Patrick Twumasi, Dmitri Shomko e Foxi Kéthévoama - o seu 15º esta época - permitiram ao Astana aumentar a vantagem para quatro pontos, a apenas um jogo do final da temporada, no qual vão enfrentar o FK Aktobe.

"Não é importante quem marca", disse o capitão Tanat Nuserbayev no final do encontro. "O principal é que estivemos unidos desde o princípio ao fim - é assim que se ganham títulos."

Duas vezes campeão da Liga da Bulgária (o seu país de origem) como treinador do PFC Levski Sofia, Stoilov mostrou-se muito feliz por ter conseguido entrar na história do clube, na  sua primeira época no Cazaquistão. "Nós merecemos este título", disse o treinador de 47 anos. "Quero agradecer aos meus jogadores, aos meus adjuntos, ao 'staff' do clube, patrocinadores e pessoal do estádio."

"Foi uma temporada muito difícil para mim," disse o médio Camaronês Guy Stéphane Essame, que decidiu levar como lembrança um pouco da rede de uma das balizas. "Quem sabe? Posso nunca mais voltar a ganhar um título, por isso é sempre bom ter alguma coisa com que possa recordar este momento, à parte das fotografias." O seu colega de equipa Kairat Nurdauletov, de 31 anos, disse: "É uma sensação da qual eu quase me tinha esquecido. Ganhei este título com o FC Irtysh Pavlodar em 2003 e apesar de ter vencido umas taças pelo meio, nunca mais voltei a vencer o campeonato, até agora. Estou muito satisfeito por estar a viver tudo isto de novo."

Topo