O "site" oficial do futebol europeu

Época em revista: Malta

Publicado: quarta-feira, 4 de Junho de 2014, 9.57CET
O Valletta conseguiu a primeira "dobradinha" desde 2001 e sagrou-se campeão graças a 16 jogos seguidos sem perder desde Janeiro, culminados com triunfo sobre o Birkirkara.
por Domenic Aquilina
de Valletta
Época em revista: Malta
Ryan Fenech, capitão do Valletta, viveu "um ano inesquecível" ©Domenic Aquilina

Especiais UEFA.com

Sistema de distribuição das receitas das competições de clubes da UEFA de 2019/20
  • Sistema de distribuição das receitas das competições de clubes da UEFA de 2019/20
  • UEFA comprometida com o futebol feminino
  • UEFA lança plataforma digital OTT em sinal aberto
  • Stéphanie Frappart arbitra Supertaça Europeia da UEFA
  • Árbitras italianas convidadas para o jogo da Supertaça Europeia
  • Declaração conjunta da FIFA, AFC, UEFA, Bundesliga, LaLiga, Premier League e Lega Serie A sobre as actividades da beoutQ na Arábia Saudita
  • KV Mechelen substituído na UEFA Europa League 2019/20
  • Sarri confirmado na Juventus: conheça-o melhor
  • Fase Final da UEFA Nations League: Equipa do Torneio
  • Equipa da Semana na Europa League
1 de 10
Publicado: quarta-feira, 4 de Junho de 2014, 9.57CET

Época em revista: Malta

O Valletta conseguiu a primeira "dobradinha" desde 2001 e sagrou-se campeão graças a 16 jogos seguidos sem perder desde Janeiro, culminados com triunfo sobre o Birkirkara.

Tal como tinha sucedido na época anterior, o campeão da Premier League de Malta só ficou conhecido na derradeira jornada. O Valletta FC partiu para a derradeira ronda no segundo posto mas, perante uma assistência recorde de 10 mil espectadores no Ta' Qali National Stadium, bateu o campeão em título e líder da tabela Birkirkara FC por 2-0 e garantiu assim a conquista do seu 22º título de campeão. Cinco dias depois, a turma da capital fez a "dobradinha", algo que não conseguia desde 2000/01, ao bater o Sliema Wanderers FC por 1-0 na final da Taça de Malta, perante mais considerável número de espectadores.

Campeão: Valletta FC
O Valletta, que durante a maior parte da temporada se viu na perseguição do Birkirkara, conseguiu levar a melhor no último fôlego. Uma derrota por 2-1 diante do Naxxar Lions FC, a 21 de Dezembro, acabaria por ser a última na prova da formação orientada por Andre Paus, que a partir daí venceu 12 dos 16 encontros que disputou, terminando com um ponto de vantagem sobre o maior rival na luta pelo ceptro de campeão. Não tendo sofrido golos em metade dos 32 jogos da prova, o Valletta terminou a época com apenas 25 golos sofridos e teve na solidez defensiva a base da sua conquista.

Final da Taça: Valletta FC 1-0 Sliema Wanderers FC
Um golo madrugador de Lateef Elford-Alliyu fez a diferença num jogo muito equilibrado. Paltemio Barbetti, do Sliema, acertou na trave logo aos 12 minutos, com Matias Muchardi a rematar para fora na recarga. O sonho de erguer o troféu pela 13ª vez parecia estar a desvanecer-se para o Valletta quando Hamza Barry recebeu ordem de expulsão a 20 minutos do fim, mas a festa acabou mesmo por ser sua. "A minha equipa jogou de forma excepcional frente ao Birkirkara, mas desta feita os jogadores tiveram alguma dificuldade em concentrar-se para esta final, depois do triunfo no campeonato", reconheceu Paus.

Lugares europeus*
Valletta FC – UEFA Champions League, segunda pré-eliminatória
Birkirkara FC – UEFA Europa League, primeira pré-eliminatória
Sliema Wanderers FC – UEFA Europa League, primeira pré-eliminatória
Hibernians FC – UEFA Europa League, primeira pré-eliminatória
*Sujeitos a confirmação final por parte da UEFA

Jogador do ano: Ryan Fenech (Valletta FC)
As exibições do capitão no meio-campo foram determinantes nas conquistas do Valletta. No final do acima mencionado encontro com o Birkirkara, o centrocampista de 28 anos, autor de cinco golos esta temporada, não conseguiu conter as lágrimas. O 36 vezes internacional maltês evoluiu muito desde a sua chegada ao clube, em Janeiro de 2011, proveniente do Hamrun Spartans FC.

Jogador a observar: Stanley Ohawuchi (Sliema Wanderers FC)
A capacidade de finalização deste avançado de 24 anos torna-o no mais letal dos pontas-de-lança a jogar em Malta. Resta, porém, saber se o nigeriano, que terminou a temporada como um dos melhores marcadores, com 21 golos, continuará a ser jogador do Sliema em 2014/15, uma vez que o seu contrato expira no final de Junho.

Equipa-sensação: Mosta FC
Pelo segundo ano consecutivo, o Mosta chegou à fase de decisão do campeão - na qual, após as 22 jornadas da fase regular, os seis primeiros medem forças entre si por mais duas vezes para decidir a atribuição do título - e repetiu o quarto lugar de 2012/13. A certa altura chegou mesmo a sonhar com um lugar na UEFA Europa League. "Ninguém esperava que, no final da época, estivéssemos neste lugar", admitiu o guarda-redes Omar Borg.

Melhores marcadores: Edison Luis dos Santos, Hibernians FC; Stanley Ohawuchi, Sliema Wanderers FC; Johnnattann Benites da Concecao, Birkirkara FC (todos com 21 golos)

Despromovidos: Vittoriosa Stars FC, Rabat Ajax FC

Promovidos: Pietà Hotspurs FC, Zebbug Rangers FC

Número: 16
A série de de 16 jogos sem perder do Valletta, desde 4 de Janeiro, valeu-lhe a conquista do título. Os pupilos de Paus venceram os derradeiros cinco jogos da temporada.

Frase
"Tem sido um ano inesquecível para mim, em particular. Casamento, filho, família, Valletta FC campeão e agora a 'dobradinha'. Não podia pedir mais nada".
Fenech, capitão do Valletta, faz o balanço de 12 meses muito especiais.

Última actualização: 05-06-14 19.41CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

https://pt.uefa.com/memberassociations/news/newsid=2112489.html#epoca+revista+malta