Vida dá Taça da Ucrânia ao Dínamo

O treinador interino Serhiy Rebrov levou o Dínamo a estabelecer um novo máximo, com o décimo triunfo na Taça da Ucrânia, graças a um bis de Domagoj Vida frente ao Shakhtar.

Domagoj Vida marcou o segundo golo do Dínamo na final da Taça da Ucrânia, frente ao Shakhtar
Domagoj Vida marcou o segundo golo do Dínamo na final da Taça da Ucrânia, frente ao Shakhtar ©Getty Images

O FC Dynamo Kyiv terminou com um jejum de títulos nas provas nacionais que durava há cinco anos, ao bater o FC Shakhtar Donetsk por 2-1, na final da Taça da Ucrânia, disputada em Poltava.

O Shakhtar, que recentemente venceu o campeonato, era favorito, mas não evitou a sexta derrota com os rivais de Kiev na final da Taça da Ucrânia, tendo ficado em desvantagem aos 40 minutos, quando Olexandr Kucher fez um auto-golo ao tentar desviar um remate de Domagoj Vida. O croata aumentou para 2-0 antes do intervalo, ao corresponder da melhor forma a um livre marcado pelo português Miguel Veloso. O Dínamo continuou a pressionar no segundo tempo, mas acabou por ser surpreendido pelo golo de Douglas Costa, aos 57 minutos.

O marcador não sofreu mais alterações até ao fim e o clube de Kiev, que terminou o campeonato num frustrante quarto lugar, aumentou para dez o seu recorde de triunfos na Taça da Ucrânia. Curiosamente, o Dínamo foi orientado pelo treinador interino Serhiy Rebrov, que fazia parte da equipa que deu ao clube a primeira vitória na Taça, em 1993.

Topo