Steaua soma 25º campeonato

"É um sucesso que vou recordar com carinho até ao dia em que morrer", disse o médio Lucian Sănmărtean, esta quinta-feira, ao festejar o seu primeiro campeonato e o 25º do Steaua.

Andrei Prepeliţă marcou o que se revelou ser o golo da vitória em Cluj
Andrei Prepeliţă marcou o que se revelou ser o golo da vitória em Cluj ©Getty Images

O FC Steaua Bucureşti revalidou o título de campeão romeno, graças a uma vitória por 1-0 em casa do FC Universitatea Cluj, confirmando o seu 25º campeonato a três jornadas do fim.

Andrei Prepeliţă marcou o único golo da partida, à beira do intervalo em Cluj, e a equipa de Laurenţiu Reghecampf ainda pode ter mais motivos para festejar, caso consiga completar a sua primeira "dobradinha" nos últimos 17 anos, quando defrontar o FC Astra Giurgiu na final da Taça da Roménia, a 23 de Maio. O Steaua detém o recorde de clube romeno com mais títulos, seguido do rival local FC Dinamo Bucureşti, com 18.

"É um sucesso que vou recordar com carinho até ao dia em que morrer", disse o médio Lucian Sănmărtean, de 34 anos, que venceu o seu primeiro título romeno, depois de ter ingressado no Steaua durante o Verão. "É um momento especial para mim – uma enorme alegria. Gostaria de agradecer a todos aqueles que queriam que eu jogasse pelo Steaua e que apostaram na minha contratação. Hoje, houve momentos em que tivemos dificuldades, especialmente na segunda parte. Agora é tempo para beber um pouco de champanhe e descansar um pouco. Faltam-nos mais jogos e se os quisermos preparar da melhor forma, não podemos relaxar. Queremos completar a 'dobradinha'".

O Steaua não se sagrou campeão com a mesma rapidez que na época anterior, onde confirmou o título a cinco jornadas do fim, mas foi a força dominante ao longo de toda a campanha, com dez pontos de vantagem sobre o FC Petrolul Ploieşti, segundo classificado. O Steaua está no bom caminho para se tornar na quarta equipa a ganhar o campeonato com dez ou mais pontos de vantagem desde 1994, altura em que passaram a ser atribuídos três pontos por vitória.

As únicas decepções foram o facto de ter ficado aquém do recorde de pontos do AFC Rapid Bucureşti, com 89 em 1998/99, e de não ter conseguido terminar a época invicto – como tinha acontecido em 1987, 1988 e 1989, algo que apenas o Dínamo (1992) alcançou. A única derrota foi na recepção ao SC Vaslui, por 1-0, em Abril.

Topo