Blanc: Campeão Paris pode bater recordes

"Esta equipa merece um lugar nos livros de recordes", disse Laurent Blanc ao desafiar o Paris Saint-Germain a partir à procura do recorde de pontos da Ligue 1 após a conquista do título.

O Paris Saint-Germain fez história na noite de quarta-feira ao defender com sucesso o título francês e o treinador Laurent Blanc não quer parar por aqui.

O quarto título de campeão de França do clube foi conseguido minutos antes do início do embate frente ao Stade Rennais FC, no Parc des Princes, quando o segundo classificado AS Monaco FC, que estava a sete pontos de distância, empatou na recepção ao En Avant Guingamp. Assinalou a primeira vez que o emblema da capital gaulesa defendeu com sucesso o título da Ligue 1, apesar de Ezequiel Lavezzi ter adiantado o Paris no marcador numa partida em que perderam por 2-1 frente ao Rennes.

"O título é nosso e é o que interessa", disse Blanc. "Soubemos mesmo antes do jogo – não estou certo que tenha sido a melhor preparação! Estamos felizes, embora tivéssemos preferido festejar com uma vitória. Esta noite, fomos recompensados por dez meses de trabalho árduo."

O técnico de 48 anos, que rendeu Carlo Ancelotti no Verão passado, conseguiu, de alguma forma, melhorar o desempenho do italiano, uma vez que os parisienses também ergueram a Taça da Liga no mês passado, como já haviam logrado, no início da temporada, a conquista da SuperTaça francesa.

A sua equipa está ainda em posição de bater vários recordes. Um triunfo nas duas partidas da que restam da Ligue 1 levam os parisienses – actualmente com 83 pontos – a ultrapassar o recorde do Olympique Lyonnais de 85 pontos, estabelecido em 2004/05. Mais quatro pontos e quebraam o recorde fictício de 86 pontos alcançado em 1959/60 pelo Stade de Reims e, seis anos mais tarde, pelo FC Nantes, caso, na altura, a vitória valesse três pontos. "Esta equipa merece um lugar nos livros de recordes", considerou Blanc.

Antes destes dois derradeiros encontros, os jogadores farão uma curta celebração, pois muitos partirão em breve em direcção ao Brasil, rumo ao Mundial 2014. "Estou muito feliz com este terceiro troféu na temporada", disse o Zlatan Ibrahimović, autor de 25 golos e que festejou o seu décimo título nacional nas últimas 11 épocas passadas em vários clubes, após regressar da lesão contraída durante a primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League frente ao Chelsea FC. "A nossa temporada tem sido fantástica. Há alegria esta noite."

O capitão Thiago Silva receberá a 17 de Maio a taça que consagra o campeão francês, após a partida diante do Montpellier Hérault SC. O brasileiro já está, todavia, a pensar na próxima época. "Vamos tentar manter este nível pelos nossos adeptos, mas também queremos a Champions League", disse o defesa-central da selecção do Brasil, cuja confirmação da convocatória para o Mundial 2014 surgiu no mesmo dia.

Topo